TheBoss Extra 015 Parte 2 – Mesa Redonda Gamística

A importância e o valor (real) da pirataria de cartuchos de videogame e precisamos mesmo dos tablets para jogar novidades?

TheBoss Extra 014 – Por que escolher o Wii U?

Ele não é o mais vendido; não é o mais poderoso; não vai ter maior acervo do que PS4 e XONE; Mas… o que realmente importa para você nessa geração?

TheBoss Extra 008 – Tokyo Game Show 2013 (Parte 1)

Amigos do Cosmic Effect, apresentamos Leandro Tuzuki. Ele é um brasileiro que mora no Japão e, por um acaso do destino, possuía um ingresso para a Tokyo Game Show deste ano.

Munido de um tablet, ele mais que gentilmente nos leva a um exclusivo passeio pelo maior evento de videogames do Japão e, claro, um dos maiores e mais importantes deste planeta em que vivemos.

Senhores: Tokyo Game Show, com Leandro Tuzuki!

Mini-Reviews: Dead Space (PC) + Dead Space: Extraction (Wii)

Análises com um máximo de 1.000 caracteres para você ler enquanto toma um café

Peguei esses dois para jogar na mesma época, e ficava alternando entre um e outro a cada fase. Foi muita sorte, porque essa é a melhor maneira de curti-los.

O Dead Space original é um survival horror tenso ao extremo. Uma nave abandonada, corredores estreitos e a solidão do espaço — ou quase, pois não faltam criaturas horripilantes. Pior que nem dá para apelar para headshots: você tem que desmembrar os bichos com disparos certeiros em suas articulações, enquanto eles se deslocam rapidamente como asquerosas baratas. Dá um medo desgraçado, de fazer inveja aos primeiros Silent Hill.

Dead Space: Extraction é o “primo esquisitão”: um rail shooter, você só controla a mira. Mas ao contrário de outros jogos do gênero, Extraction tem ótimos personagens e uma trama tensa e elaborada, que dá ainda mais profundidade à já excelente história do jogo original. A ação é altamente satisfatória, e não faltam grandes momentos, incluindo uma assombrosa caminhada no espaço. Imperdíveis, os dois jogos.


TheBoss 013 – DeathSpank: Thongs Of Virtue

DeathSpank: Thongs Of Virtue é um adventure que pega emprestado as mecânicas de MMO, confunde-se com RPG de ação e tem Ron Gilbert no comando. Palavra-chave: Guybrush Threepwood…