Anúncios

Games Com Café 004 Parte 2 – Zelda, Metroid e a fase criativa da SEGA

Games Com Café. Dois dos melhores prazeres da vida em um só vídeo.

Neste episódio, percebemos que precisamos de artistas apaixonados pelos jogos que fazem, nada mais…

Anúncios

10 Respostas

  1. Pra mim o jogo tem que surpreender de alguma forma,o que traz identidade ao jogo é aquele detalhe a mais que pode ser a ambientação,o level design,o uso de algum recurso visual diferente para se chegar a algum efeito…talvez essa seja a tarefa do artista nos jogos,criar realidades,obviamente,diferentes da nossa.

    obs:Quando entrou aquele som de Flashback eu quase me vi jogando Mega na mesma hora,é quase como uma memória audiovisual he he he,isso sim é que é trabalho de arte,a assinatura está no som,na imagem,em tudo.

    Curtir

    • Fico com o ótimo comentário do Dactar, vou pegar carona, penso igualmente. ;)

      Obs: tenho mania de ir jogando minhas “pendências” de jogos antigos via emulador pelo PSP, foi nele que terminei Final Fantasy VI, Chrono Trigger, Jurassic Park (Mega Drive), etc, pra ficar jogando por aí e ir ganhando tempo, e depois desse Games com Café sinto que chegou a hora de ligar ele novamente, baixando já o rom do Flashback, não dá mais pra adiar esse jogo :P

      Curtir

      • Flashback provocando fortes emoções… tanto em Dactar que já o conhecia, quanto em Julio que agora que respondo este comentário, já passou muito do “baixando já a rom do Flashback” para “já estou quase zerando Flashback”. :)

        Curtir

  2. bom o vídeo Eric. e para mim o jogo tem que me fazer sentir no personagem. e a a computação é importante sim, mas ultimamente tenho preguiça de ligar o 360. e ficar mais nos meus antigos

    Curtir

  3. Bacana o vídeo.

    Curtir

  4. Também gosto muito de Shadow Complex, mas não há como negar: a identidade visual de Super Metroid é fantástica. Basta lembrar da Samus saindo daquela nave. Observar aquele efeito de quando ela corre na grama molhada, aquele som e aqueles “espirros de água”, sensacional. Em Flashback, na falta de textura, as cores saturadas e aquele efeito gradiente muito bem utilizado.

    Outro jogo mais atual que tem uma identidade visual muito bacana, ainda mais por refletir a mecânica do jogo é Outland. Vale a pena dar uma conferida:

    https://cosmiceffect.com.br/2011/06/28/outland-xbla-psn/

    Parabéns por mais este episódio galera!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: