Anúncios

Gagá confessa: “Comprei um Xbox 360!”

Xbox 360 Gagá Dashboard Exclusive

Heresia! Gagá na Live! (arte do Andrey)

Prezados amigos do Cosmic Effect, hoje eu tenho uma coisa muito louca para contar a todos vocês. Depois de anos de serviços prestados ao retrogaming, de juras de amor eterno à Nintendo e de críticas ao modelo videogame-central-de-multimídia-com-dez-fps-lançados-por semana, eu finalmente me rendi e comprei um Xbox 360. Sim, comprem bons agasalhos porque o inferno vai congelar.

Faz uma semana que comprei o console, e venho aqui contar para vocês por que decidi comprá-lo, o que estou achando e como é a sensação de cair de paraquedas no mundo de grandes lançamentos e alta tecnologia gamer – uma deliciosa e escandalosa heresia para um retrogamer velhaco e reacionário como eu.

Eu explico!

Há alguns anos tenho um Wii. Não comprei o console enganado: sabia que ele estava excluído dos grandes lançamentos de third parties, e comprei-o basicamente para jogar Zelda e Metroid – sem exagero, a decisão veio quando a Nintendo revelou Metroid: Other M na E3 de 2009. Diga-se de passagem, depois acabei achando o jogo uma porcaria, mas não me arrependi porque meu amado Metroid Prime Trilogy já valeu o preço do console. Isso sem falar nas surpresas excelentes que pintaram pelo caminho (Xenoblade em especial) e nas tardes divertidíssimas que eu e a esposa passamos dançando no jogo do Michael Jackson e quase saindo no tapa com o sobrinho (10 anos) e a priminha (12 anos) em disputas de Mario Party 9.

Com o anúncio do Wii U, pensei em repetir a dose e comprá-lo para jogar Zelda e Metroid — sem ilusões, já que o papo de que o console vai ser o paraíso de lançamentos de third parties não me convenceu ainda. Mas aí comecei a pesar os fatos: o treco só chega por aqui em 2013, sabe-se lá em qual mês e por qual preço (a Nintendo “brasileira” não assume compromisso algum, e algo próximo a dois mil reais não me surpreenderia). Importando, vou pagar uma fortuna em impostos, e se pifar eu tô lascado. Para completar, certas notícias sobre a Nintendo vêm me deixando meio apreensivo quanto à capacidade da empresa de gerenciar um console moderno, e nenhum dos jogos pelos quais eu compraria o console foi anunciado ainda (ou seja, só vão sair em 2014, na melhor das hipóteses). A compra seria uma aposta cara e arriscada.

Taí a criança… não é uma gracinha?

Nisso, vi todos aqueles anúncios de Xbox 360 a 799 reais… uma plataforma consolidada, entupida de bons jogos lançados ao longo de seus sete anos de vida. A Microsoft tem uma forte presença no Brasil, fabrica o console aqui, trouxe a rede Xbox Live para o país. Some a isso o fato de que o sucessor do console sequer foi anunciado até agora (embora isso seja quase uma certeza para a E3 do ano que vem) e que a M$ continua investindo em novas tecnologias para a plataforma (o Smartglass saiu na sexta). Parece ou não parece um bom negócio?

Domingão passado, dia 21, fui ao shopping com a esposa. Fomos ao cinema, demos uma voltinha e entramos nas Lojas Americanas. Foi lá que vi a caixa do “xiszão” da Microsoft, modelo de 4 GB. Passei o cartão, parcelei os 799 reais em 10 vezes e fui para casa com a caixa debaixo do braço.

De volta para o futuro

Não me entendam mal, eu fui muito feliz com o meu Wii, mas como eu disse, comprei por Zelda e Metroid. Nunca me senti parte do cenário gamer atual com o Wii. Ele sempre foi uma coisa à parte, destacada da badalação associada aos assuntos “top of mind” do setor: Skyrim, Assassin’s Creed, Forza, multimídia, novas tecnologias, tudo isso não existe no mundo encantado do Wii. O “encantado” é sem ironia, eu juro: Link, Mario e Samus só existem nesse mundo. Não estou fazendo juízo de valores; só defendo que são sim dois mundos diferentes.

Sendo assim, como desde o Dreamcast o Wii foi meu único console moderno, passei em branco por anos e anos de história gamer. Nunca deixei de acompanhar as notícias do mercado, mas não tinha nenhuma experiência prática com os consoles e jogos modernos. Isso já vinha me incomodando desde o ano passado, tanto que passei boa parte de 2011 e 2012 num processo de modernização no Steam, encarando o primeiro título de várias franquias famosas hoje: Dead Space, Mass Effect, Assassins Creed, Fable e outras. Mas há muitos jogos que perdi nesse meio tempo que não estão disponíveis no PC, e só comprando um console para tirar o atraso.

Coletânea de Metal Gear: é muita felicidade junta.

Por isso, foi com grande alegria que adquiri meu primeiro jogo, no ato da compra do Xbox 360: Metal Gear Solid HD Collection. Sou apaixonado por Metal Gear Solid de PSX, é um dos meus jogos favoritos – na verdade, sou fã da franquia desde o MSX. Por isso, senti um aperto no peito quando MGS2 saiu para o Playstation 2; eu não tinha planos de comprar o console, e pensei que estava me despedindo da franquia. Dez anos depois, aqui estou eu com um pacote coeso e redondinho com MGS2, MGS3 e MG: Peace Walker! Prevejo semanas e mais semanas de intensa alegria neste fim de ano.

Logo fiz também minha conta na Live. O Wii tinha lá uma rede meio mixuruca, então a Live é praticamente minha primeira experiência “gamer social online”. Aliás, de amigos até agora só tenho o Eric, já que o pilantra do Danilo pelo visto não vai aceitar meu convite nunca (pô, Danilão, me add aí Smiley mostrando a língua) . Quem quiser me adicionar, minha gamertag é OrakioRob. Nunca tive lá muito interesse em jogar online, mas ver os recordes dos amigos online torna alguns jogos muito mais divertidos. O Pac-Man Championship Edition DX, primeiro jogo que comprei na Live, fica duas vezes mais divertido quando você está tentando bater a pontuação dos amigos na leaderboard (vou te passar em breve, Eric, você vai ver!). Vocês já devem viver essa coisa de competição online faz tempo, mas para mim é novidade ainda, e estou curtindo muito.

Na primeira passada pela Live, topei logo com uma demo do Forza Horizon. Já cansei de ler elogios sobre a franquia Forza, mas nunca tinha jogado nada. Baixei a demo e me apaixonei, não consigo largar. Eu quase tinha esquecido da sensação de estar descobrindo um jogo junto com todo mundo, depois de tantos anos de retrogaming.

Gears of Gagá

Será que um dia o Gagá vai ser render ao Gears of War? Veremos… (mais uma “traquinagem” do Andrey)

A Live está entupida de coisas maravilhosas para quem está chegando agora. Há demos de novos clássicos que eu não tinha conseguido jogar ainda (finalmente experimentei Bayonetta), clássicos com nova roupagem, aplicativos interessantes… são anos e anos de conteúdo jogados sobre a minha cabeça de uma vez só. Tô até pensando em tirar férias no trabalho (sou freelancer) para investigar a coisa com calma.

Essa primeira semana foi extremamente empolgante para mim. O Xbox 360 tem tanto conteúdo, tanta coisa a ser descoberta, que o novato fica até perdido. Seguindo dicas do Eric, abri uma conta na Live americana (mais completa) e instalei um servidor de mídia (TVersity) no PC para fazer streaming de filmes e músicas para o console. O lado multimídia nunca foi, e provavelmente nunca será, fator decisivo para a minha escolha de console; eu compro pensando só nos jogos. Porém, agora que tenho uma central de mídia no meu Xbox 360, tenho que reconhecer que é bacana demais, um ótimo bônus.

Isso é só o começo…

É claro que ainda não tenho muito a contar sobre o console, já que tive apenas uma semana dedicada a ele, e ainda assim “dividida” com meu trabalho. Ainda estou meio perdido em meio a tantas possibilidades, e a cada dia descubro algo novo sobre o Xbox 360. Minha intenção é aprender o máximo possível nas próximas semanas e lá para dezembro soltar um “guia para novatos”, voltado para caras como eu que pretendem “pegar o bonde andando” neste natal.

Enfim, só queria registrar aqui no Cosmic Effect a ótima sensação de estar voltando ao mundo da jogatina moderna depois de um “exílio” de tantos anos, e ressaltar que este é um excelente momento para quem ainda não pulou no barco da nova geração fazer isso. De certa forma, tudo o que eu disse sobre o Xbox 360 vale também para o Playstation 3, que pelo visto logo começará a ser fabricado no país e provavelmente terá seu preço reduzido.

Agora com licença, pois como já dizia Raulzito, eu tenho uma porção de coisas para descobrir e não posso ficar aí parado. Fiquem à vontade para sugerir bons jogos para o console e para me adicionar (não esqueçam, minha gamertag é OrakioRob). Um abração aos amigos do Cosmic Effect, e nos vemos na Live!

* * *

Anúncios

132 Respostas

  1. Tá ai uma coisa que eu jamais pensaria em ver (ou ler!). Gaga parabéns pela escolha, a Microsoft esta dando um excelente suporte ao Brasil, apesar deu ter ido de PS3 nessa geração, confesso que na próxima acho que vou de Microsoft ( e Nintendo hehehe!!), pois a $ONY infeleizmente fez-me comprar dois aparelhos iguais em uma mesma geração, ou seja , já financiei o PS4 dela! :P

    Curtir

    • Tá vendo só, o velhinho é cheio de surpresas ^_^

      Putz, seu Play3 pifou, é? Deve dar muita raiva! Esses consoles modernos são sensíveis demais, e isso contribuiu para que eu desistisse de importar o Wii U. Vai que a tiragem inicial tem algum tipo de 3RL?

      Curtir

  2. Pqp, ta frio pra caramba aqui. O capeta, faz favor e liga esse aquecedor aí?

    Gagá, juro por seja la que vindade for que nem vi o convite. Explico, estou de mudança e nesse momento o xbox ta numa casa e a tv na outra. Mas graças a tecnologia dos telefones inteligentes estou agora mesmo adicionando.

    Seja bem vindo e se prepare, depois de MGS falta agora Skyrim, Bayonetta, Castlevania LoS, Mass Effect 1, 2 e 3, Fable 2 e 3, Double Dragon Neon, limbo, braid, spelunky, castle crashers…

    Ufa…

    Curtir

    • Opa, beleza! ^_^

      Rapaz, que coisa feia, você não sabe que NUNCA se deve separar um videogame de sua televisão? Que mau-exemplo! Ou leva os dois ou não leva nenhum, he he…

      Desses jogos que você citou, absolutamente todos me interessam. Pretendia comprar Skyrim antes do ano virar, mas acho que vai ficar para 2013 porque estou pensando em comprar o Mass Effect Trilogy (joguei o primeirão quase até o fim no Steam, mas senti muita falta do joystick).

      Bayonetta eu estou seco para jogar também. Fui atrás da demo na Live e adorei, divertidíssimo! Fable pesou muito forte na compra do console, porque zerei o primeirão no Steam outro dia e fiquei encantado. O Fable 2 tem lá um lance com um cachorro que me parece bacana, mas não tem para PC… agora que tenho o X360, vou acabar comprando. Ele me atraiu mais do que o Fable 3… você tem preferência por algum Fable?

      Curtir

      • Pois é rapaz, cheguei em casa hoje a tarde e o video game não estava aqui. Fiquei desesperado procurando até resolver ir pro apartamento novo e lá estava ele, acho que fugiu atrás da TV. Agora tudo está bem.

        Curtiu a lista? Note que deixei de fora todos os shooters de primeira ou terceira pessoa. O único que acrescento agora é a série Gears of War, os outros tem pra PC, se você gosta vale muito a pena mas tenho a impressão que shooters não são a sua. Ah, esqueci de por na lista as versões definitivas de Ikaruga e Radiant Silvergun!

        Fable 2 joguei até gastar o DVD. Fable 3 joguei emprestado e não curti, mas não foi pelo jogo ser ruim, de forma alguma. O problema é que achei ele mais do mesmo, tem evoluções muito marginais em relação ao dois, quando ele saiu tinha coisa muito melhor no mercado e acabei ficando só nessa jogadinha dele emprestado mesmo. Em suma, o 1 e o 2 pra mim são fantásticos, o 3 é bom mas se a grana faltar entre ele e um Skyrim da vida, vá de Skyrim.

        PS: enquanto escrevia este post vi no Raptr que você está jogando a demo de FF 13-2, depois dá suas impressões do jogo, sou curioso se só eu achei o que eu achei.

        Curtir

        • Putz, Radiant Silvergun e Ikaruga, eu tinha esquecido!

          Quanto ao FFXIII-2, baixei, olhei rapidinho o início, mas não tava com muito saco e larguei na primeira batalha. Hoje é que vou ver com calma, aí posto aqui o que achei.

          Curtir

          • Ikaruga tava com 50% de desconto nas ofertas do “Scratch & Match”, raspadinha da Live (pena que não tem o Costinha). Este jogo entra em promoção com frequência se não me engano.

            Curtir

          • Joguei mais um pouco da demo, ainda não o bastante para avaliar, mas as três coisas que reparei a princípio foram:

            1- Nego abusou um pouco nos gráficos, às vezes as cenas ficam meio lentas;
            2- Não joguei o FFXIII original, então o combate é novidade para mim… parece bacana, mas ficou meio mal explicado na demo, ainda estou tentando entender direito;
            3- Os dois personagens que a gente controla são péssimos ^_^ Talvez no contexto do jogo completo eu tenha outra impressão, mas na demo eles me pareceram meio sem graça.

            No lado positivo, os gráficos são ótimos, a música da abertura é linda (me lembrou o estilo das músicas de Final Fantasies antigos) e o jogo em si parece bem divertido. Hoje eu vou zerar a demo sem falta, aí dou um parecer completo.

            E afinal, o Final Fantasy XIII original presta ou não? Pensei em comprar, nunca tive um Final Fantasy.

            Curtir

          • Joguei mais do Final Fantasy XIII e mudei de opinião. Antes o jogo me parecia interessante, mas agora… parece é tremendamente chato, nem consigo terminar a demo de tanto tédio.

            Tudo se move com uma lentidão irritante, a câmera é um saco e tem que ser ajustada o tempo todo (parece que nenhum ângulo nunca é bom), as informações nos menus (HP, grana e afins) são super confusas… enfim, não gostei muito não.

            Curtir

            • Bom saber que não sou o único que achou o game ruim, FF não e mais como antigamente, se eu fosse vc experimentaria o Blue Dragon que é muito mais FF do que os FF atuais, pra vc que sabe japonês se quiser tenho um lindíssimo original japonês sobrando aqui Gagá ^^
              Ontem joguei um novo da live chamado “pid” experimente se puder é fantástico!!! :D

              Curtir

              • Infelizmente eu não sei japonês não, velho… é uma frustração, e não aceito morrer sem aprender o idioma. Já decorei dois alfabetos deles (são três), mas é uma dureza. Até agradeço pela oferta, mas se eu aceitasse o presente ia acabar juntando poeira aqui, porque eu faço corpo mole para aprender japonês :P

                O Blue Dragon é do Sakaguchi, né? Outro amigo me recomendou também. Valeu pela dica!

                Curtir

                • Opa Gagá, Blue Dragon foi o primeiro jogo que comprei pro 360, depois a gente dá um jeito e eu te mando emprestado na ponte Salvador-Rio :)

                  Curtir

                • Fantástico Gaga não zerei ainda pq é extenso demais mas é maravilhoso, é a junção de Skyrim e Monster Hunter, realmente demais! Uai eu pensei que vc soubesse japonês não é vc que coleciona aquele monte de coisa do Phantasy Star??? O_O

                  Curtir

                • Opa, Eric, depois a gente acerta esse empréstimo aí!

                  Savior, sou eu sim que tem aquelas coisas japas de Phantasy Star… mas eu não manjo nada de japonês, é pura loucura nerd, rs… além do mais, já zerei Phantasy Star tantas vezes que consigo jogar até em russo!

                  Quanto ao Dragon’s Dogma, eu pensei justamente no Skyrim. O DD me pareceu uma versão menos complexa dele, porém com combate mais legal. Às vezes curto algo profundo como Skyrim, mas um joguinho mais simples e mais voltado para a ação é igualmente charmoso. Estou até pensando em comprar.

                  Curtir

            • Pois é, não quis viciar sua opinião mas agora que você formou uma eu digo, achei ele chato tb.
              Interessante é que terminei o 13 original, é linear pra caramba Mas não lembro dele ser chato, não sei se eu enjoei ou se esse 13-2 é que e chato mesmo.

              Curtir

  3. Heresia é deixar de ter um console por fanatismo, he he he. Particularmente se eu fosse comprar um dos gêmeos HD iria de PS3, mas tenho amigos com X-Box 360 e é um excelente console também, apesar de que os tempos de 3RL ainda persistem em minha cabeça, mas confesso que uma coletânea de MGS é muito atraente, he he he.

    Curtir

    • Pois é, ser radical é besteira. O lance é jogar de tudo: Nintendo, Sony, coisa nova, coisa velha…

      Quanto a X360 vs PS3, a turma tá sempre naquela briga de qual console é o melhor, mas a verdade é que os dois são excelentes. Vai do gosto de cada um mesmo. E essa coletânea do Metal Gear tem para Play3 também, hein? Eu consegui por um preço bom (70 reais numa Saraiva aqui do Rio).

      Curtir

      • Tem uma coisa que eu sempre digo: console não se escolhe por hardware, se escolhe por jogo, por isso eu digo que se fosse escolher entre os dois ia de PS3, a comparação eu deixo pro povo que gosta, he he he.

        Mas Metal Gear eu to mais afim de jogar é o 3 (o um e o dois eu já zerei), to afim de pegar um PS2 mais por conta dele… e mais uns outros, rzs.

        Curtir

  4. Please Gaga joga Fez e faz um review por favorrrrrrrrrr!!!! ^^

    Curtir

    • Ih, é, tem o Fez, já li tanto sobre esse jogo (e sobre aquela polêmica toda do patch)…

      Boa dica, vou ver se tem uma demo marota na Live… opa, tem sim, baixando agora. Thanks!

      Curtir

      • Baixei e zerei ontem a demo, o jogo parece ótimo! Adorei a mecânica, e o visual envolve a gente, faz o mundo do jogo parecer interessante. Acho que vou acabar comprando a versão full sim… valeu pela dica!

        Curtir

        • Gaga é muito foda o jogo faz a gente ficar preso é muito bom tão bom quanto foi o Sword & Sorcery de PC/Ipad cara que jogo mega foda!!!

          Curtir

          • Aliás, foi você quem me adicionou na LIVE usando o protagonista do Fez como avatar? Só para eu saber se é você mesmo.

            Acho mesmo que vou comprar o jogo, e aí de repente rola um post, vamos ver!

            Curtir

  5. Eu no seu lugar faria o mesmo Gagá: compraria um XBOX ou PS3. Esse WiiU ainda não justifica o investimento no momento, os jogos são do mesmo nível que os do XBOX e vai saber lá o preço dessa bagaça por aqui.

    Bela aquisição! Parabéns! Ah… o novo MGS vai deixar de ser exclusividade do PS3!

    Curtir

    • Pois é, comprar um console no lançamento dele é até bacana, emocionante, mas muito arriscado (e caro). Melhor esperar mesmo, né?

      E bem que o Metal Gear 4 podia pintar para o Xbox também… *na torcida*

      Curtir

      • O MGS 4 acho difícil ir para o XBOX 360, pois ele ocupa incríveis 50GB de espaço(um blu-ray de dupla camada). Inclusive quem jogou deve lembrar de uma piada que o Kojima colocou no jogo: em determinado momento o jogo congela e aparece uma mensagem pedindo para colocar o DVD 2/5…. ai o Snake fala que estamos usando o Blu-ray e que não precisa disso rsrs

        Curtir

        • Ha ha ha, boa essa ^_^

          Curtir

        • Mas não tem aquela história que a maioria dos dados no BluRay são replicados para acelerar o acesso? Segundo ouvi o espaço real que o jogo ocuparia apenas com arquivos únicos seria em torno de 20GB, mesmo assim muito para o pobre DVD do xiba!

          Curtir

          • Se não me engano, é por aí mesmo Dancovich. Muito difícil o jogo realmente consumir 50 GB de dados, mesmo com as longas cutscenes. Pessoalmente, tenho certeza que há duplicação apenas pra diminuir o tempo de acesso. Provavelmente dois DVDs seriam suficientes para uma versão de 360, ainda mais hoje em dia com discos de 120 GB como padrão (para instalar o jogo).

            Acho que foi mais pra fazer a piada metalinguística mesmo (um “clássico Kojima”, desde o lance do memory card no PS2…).

            Curtir

            • Esse Kojima é um fanfarrão, he he…

              Aliás, o que eu ganho instalando os jogos no HD do console? Só diminui o loading e evita a troca de discos ou tem mais alguma coisa?

              Curtir

              • Acho que só isso mesmo Gagá. Pra quem tem o HD, o recomendado é instalar todos os jogos não só pelo desempenho extra, mas também pra economizar o leitor ótico. E o drive girando o tempo todo esquenta mais do que o HD (digo, contribui pra maior temperatura do gabinete inteiro), também acho um bom motivo.

                Curtir

  6. Haha cedo ou tarde, sabia que isso ia acontecer. Vai comprando vários jogos pra trocar aí depois.

    Se quiser alguém pra brincar na Live, a gamertag é rafa00agent. Eu não sou muito engajado com co-ops online, mas vai que rola um dia um Peacewalker. Pelo menos tem esse negócio das leaderboards que curto bastante também.

    Curtir

    • Oba, adicionando agora!

      Beleza, tô adicionando os amigos mais para trocar mensagens irritantes de “aaaaaah, bati seu recorde, loser!” :P

      Curtir

      • Esse velho safado, digo, renovado bateu meu recorde do time trial short no Pac-Man DX. Aliás, o meu e o do Dancovich também.

        Danilo, entra na Live aí por gentileza, temos trabalho a fazer.

        Curtir

      • Gagá, adicione meu irmão também: é “EduFrg”. Ele está comprando o Pac-Man DX em breve, por sinal, e era fera no Atari. Prepare-se.

        Curtir

        • Eu já tinha até esquecido como é boa a sensação de tirar o nome dos amigos do topo dos recordes, he he ^_^

          Opa, seu irmão vai entrar na jogada também? Olha o azarão aí, já tô com medo! Vou adicioná-lo já já e monitorar o progresso dele com apreensão…

          Curtir

          • Deixa eu terminar a mudança pra esse velho sem vergonha ver uma coisa!

            Curtir

            • *som do pescoço estalando* Parece que as coisas já se resolveram por lá, leaderboards voltou à normalidade depois de uma noitada de waka-waka. Mas fiquemos alertas ao “OrakioRob is playing Pac-Man DX”, é sempre um perigo.

              Curtir

              • Ué, aqui eu continuo na sua frente lá no Championship II 5 min (presumo que seja o mais disputado)… qual recorde você bateu?

                Curtir

          • Poxa vida, não tenho o Pac-Man. Se um dia tiver boa vontade aí, pega algum do Sega Vintage Collection. Os modos trials lá são bem bacanas pra competir, principalmente o do Super Hang On do Alex Kidd & Co.

            Curtir

            • Opa, tinha esquecido da Vintage Collection! Vou conferir depois, valeu a dica.

              Curtir

              • A Microsoft anda muito muquirana com as promoções, mas nesse Black Friday vai rolar muita coisa da Sega. Todos os Vintage Collections (com exceção do Toe Jam & Earl que saiu agora) e o Daytona USA por 400 pontos.

                http://www.neogaf.com/forum/showthread.php?t=500579

                Fica a dica pra quem quiser correr online ou me bater nas leaderboards… he

                Curtir

                • Pensei muito bem e resolvi não comprar nada da Sega. Só comprei o Fruit Ninja pro Kinect que é de uma promoção que termina hoje:

                  http://www.cheapassgamer.com/forums/showthread.php?p=10061091

                  Curtir

                • Já eu acabei comprando Daytona e Space Channel 5 Part 2, Antideus. O Space Channel eu nunca tinha jogado; baixei a demo e me apaixonei, adoro as pirações que a Sega lançava nessa época.

                  Já o Daytona é paixão antiga. Joguei a demo sem compromisso, vi que tem uns extras, uns recordes do Rafa lá para eu bater… comprei, não resisti. Tem até modo karaokê para eu ficar cantando “I wanna fly skyyy hiiiiiiiigh!” ^_^

                  Para completar, tô esperando para ver se vai rolar algum desconto em loja gringa no Sonic All-Stars Racing Transformed amanhã. Adoro o primeiro jogo, e a julgar pela demo deste segundo… vale a pena conferir, baixa lá depois.

                  Resumindo, tô num “momento Sega” por aqui.

                  Curtir

                • Se achar um descontão no SASRT(eca) me avisa aí também. Gamei nesse jogo.

                  E no Daytona, boa sorte me batendo no Survival… hehehe… Sua live é Gold? Qualquer dia podia juntar eu, você e o Emerson pra tentar um online.

                  Curtir

                • Rafa, minha live é gold sim. Depois vamos combinar um racha!

                  Ontem é que comecei a jogar o Daytona mais seriamente. Fiz lá os desafios do beginner, tô pegando a manha do jogo de novo (tava meio enferrujado)… que beleza de port. Finalmente uma versão decente de Daytona para consoles. Se bem que confesso que na época eu AMAVA a versão de Saturn, hoje é que enxergo os defeitos.

                  Curtir

                • Ainda bem que nunca toquei a versão de Saturn! Mas só vendo pelos vídeos no Youtube, já dá pra ver que é brochante ver a montanha do Sonic aparecendo a 5 palmos de distância… =(

                  Curtir

                • É, hoje a versão de Saturn é meio broxante sim. Mas na época, eu basicamente pulei de F-Zero para Daytona em casa. Pista 3D de verdade, com polígonos, música cantada e coisa e tal… talvez tenha sido o meu momento mais impactante com videogames, foi uma transformação. Joguei muuuuuuito aquele negócio.

                  Curtir

                • Eu era mais ou menos assim, só que com o Virtua Racing de Mega… rs

                  Curtir

                • Me arrependi de não ter pego alguns jogos da Sega, isso que dá mudar de ideia depois. Só fui chegar em casa no dia em que acabava as promoções e acabei não jogando a demo do Space Channel 5 Part 2 a tempo, só fui jogar há alguns dias e gostei também. Tô pensando em comprar o Sega Vintage Collection: Streets of Rage mais pra frente. O Daytona eu já tenho, mas tô sem Live Gold no momento (ainda esperando por uma promoção na Amazon).

                  Curti bastante a demo do Sonic All-Stars Racing Transformed. Compraremos e jogaremos felizes todos juntos na Live. :)

                  Curtir

        • Perdi a promo do Pac-Man DX porque eu estava sem Gold. Pretendo comprá-lo em breve para bater os recordes de vocês. :)

          Curtir

  7. Rapaz, que doideira, por essa ninguém esperava. Curioso que Gagá tá debulhando, aproveitando, destrinchando tanto o Xbox 360 que, em 1 semana de contato, já tá passando dica valiosa pra quem já tem faz tempo o console (valeu pela solução do lance da legenda via streaming pro Xbox, seu Gagá!).

    Agora qualquer hora que ligo o console aqui, pipoca “OrakioRob está online”. Acho que ele fuça alguma coisa no Xbox dele, sai da Live pra atualizar algo, sei lá, daqui a pouco…. “OrakioRob está online”. Um variante dessa cena é “OrakioRob está jogando Metal Gear Solid”, por horas a fio.

    Gagá tá jogando tudo que é grande franquia (ele nem fala no post, mas sei que tá jogando até Oblivion!) mas fico ansioso, muito mesmo pra quando ele começar a debulhar os jogos do acervo ‘arcade’ da Live (Danilo falou vários ali) eita nóis… como a Sega dizia no passado: Gagá, “welcome to the next level” (risos) :D

    Curtir

    • He he he… às vezes tô de cabeça cheia com o trabalho, aí vou dar uma partidinha rápida. E tem um certo entra e sai porque estou com duas contas na Live, e fiz um monte de testes nesses primeiros dias que me faziam ficar logando e deslogando de cada conta o tempo todo.

      Quase fechando Metal Gear 2… muito bom o jogo, mas agora entendo por que tanta gente reclamava do protagonista…

      Curtir

  8. Opa, parabéns pela aquisição Orakio/Gagá/Roberto. Eu também pretendo adquirir um XBOX 360 esse ano (só estou esperando um pouco mais – sabe como é, sempre têm alguma promoção de final de ano). Gamertag devidamente anotada para quem sabe fazermos uma jogatina retrogamer HD on-line entre todos os velhacos… =D

    Curtir

    • Segura mesmo, que com o natal aí quem sabe não pintam umas promoções bacanas? Acho que já teve Xbox 360 sendo vendido até por 699 ultimamente, fique de olho!

      Curtir

  9. Amigos estou pensando seriamente em adiquirir um desses, e agora o Gagá na Live, por isso não anda respondendo meus e-mails.
    Agora no momento estou me divertindo com um PS2 sem leitor que tem como utilizar pen drives e hd ou o proprio pc para fazer uma central de jogos épicos. Estou redescobrindo o console e não fazendo o mesmo que muitos fazem, compram o o console pra jogar somente futebol (aaarrrrrghhhh!!!!), apesar que nao é todas as pessoas.

    Essa semana adiquiri muitos jogos, mas não consigo largar o Excelente Rygar (o GOW foi plágio desse game com certeza), e o Shadow of the Colossus que minha adorada esposa gosta de ver eu jogar.

    O Xbox eu tive um no seu começo mas tambem deu o problema das luzes da morte então decidi por um tempo não ter o console (embora eu nao tenha o problema mas fiquei com medo e resolvi passar pra frente rsrsrsrsrs). O PS3 me tenta por causa de Metal Gear 4 que poderia ser lançado para Xbox mas nao sei pq ficou com a Sony.

    O Nintendo Wii me chamava a atenção mas é um console que infelizmente acho caro por não ter mais live, e ser descontinuado.

    O PS2 por exemplo tem um acervo maior e excelentes titulos, por exemplo baixei toda a coleção SEGA AGES 2500 e é uma maravilha.

    Gaga Parabéns pela compra e muitas felicidades com Forza Horizon que pirei jogando na casa de um amigo o demo dele, eu tambem me apaixonei pelo jogo e estou vendo que em janeiro meu dinheiro vai ir num desses.

    Abraços e até mais turma.

    Curtir

    • Velho, eu vi lá o seu e-mail e juro que pensei: “Já que ele está me contando da aquisição gamer dele, vou soltar o post do Xbox no Cosmic Effect e mandar um email com o link para a gente continuar o papo”, he he… hoje mesmo vou te responder lá.

      Shadow of the Colossus, eu tava seco para jogar isso… videogame é fogo, a gente nunca está satisfeito, he he!

      Sobre o 3RL do Xbox, tem um vídeo aqui da série The Boss onde o Eric registrou o momento em que o console dele morreu, é dramático :) Não sei se chegou a ver, vale a pena.

      O Wii eu até acho que vale a pena, porque tem os clássicos da Nintendo e o excelentíssimo-magnânimo-roller-coaster-blaster Xenoblade. Mas só vale se você tiver quem traga lá de fora, onde o console tá custando uns 150 dólares, se não me engano. Aí é uma pechincha, recomendo muito.

      Curtir

  10. É 2012 tá aí uhauhauhuha! Segura o Gagá na new generation. Recomendo demais “Red Dead Redemption”. Melhor jogo de bang bang da história, superando até “Sunset Riders” hahahaha

    Curtir

    • Falou em Sunset Riders, tocou no meu ponto fraco. Até hoje quando vejo alguma coisa muito impressionante, penso: “That was a bang!” ^_^ Se a grana permitir, vou conferir, já ouvi falar muito bem desse jogo.

      Curtir

  11. Primeira coisa: checar a data. Droga, 29 de outubro de 2012. O post não veio do futuro. Gente, achei que este momento não chegaria por pelo menos uns 5 anos :D
    Fiquei curioso sobre sua escolha do 360 sobre o PS3. Foi só o preço mesmo? O PS3 é mais voltado para jRPG que FPS. Em compensação os multiplataformas costumam ser piores pra ele. O 360 tem uma rede mais robusta de jogos indie e velharias, mas o PS3 tem mais jogos de graça se assinar a PSN Plus do que a Live oferece. A integração do 360 com as coisas da Microsoft é muito boa tb. Acho que o PS3 tem mais exclusivos. O que mais pesou?
    Entrando na onda do Richard Rodrigo acima você tem que jogar Red Dead mesmo. A ambientação é maravilhosa. Você vai se sentir o Clint Eastwood no sofá da sala ^^

    Curtir

    • Duas coisas me motivaram a comprar o Xbox360: a primeira foi sim o preço. A princípio eu queria meio que um console de transição para sossegar o facho e esperar o Wii U em condições mais amenas. Por isso, não poderia ser nada além de mil pratas. No fim das contas, tô vendo que esse X360 vai ter vida mais longa do que eu esperava num primeiro momento e que vai ser bem mais do que um aperitivo para a minha fome de videogame.

      Em segundo lugar, a opinião do Eric. Mandei um email para ele dizendo que estava pensando no console, e ele me bombardeou de entusiasmo, rs… tenho muita consideração pela opinião dele, ele manja muito do riscado, e nossos gostos geralmente batem, então adoto uma postura de “Se o Eric falou, tá falado”.

      A quantidade de jogos gratuitos não pesa muito para mim porque, na verdade, quero ir devagar com os jogos. Tô de olho no Mass Effect Trilogy que sai agora no comecinho de novembro, mas antes quero fechar o meu Metal Gear Trilogy. A ideia é fugir da “síndrome de ansiedade pela lista de jogos que não para de crescer no Steam”. Pouca coisa, para poder conhecer bem e debulhar de ponta a ponta, como nos velhos tempos de “não tenho dinheiro para comprar cartuchos”.

      Mas mesmo com a opinião do Eric, eu já tinha alguns elementos pesando para o X360 além do preço: a qualidade maior dos jogos multiplataforma (destaque para Skyrim, que é compra certa por aqui e tem mil problemas no PS3), a série Fable (terminei o primeiro no Steam outro dia e virei fã)… e acho que os vídeos recentes do TheBoss onde o Eric mostra coisas da Live. Sei lá, acho que isso influenciou também.

      Enfim, os dois consoles são incríveis, e eu nunca ficaria 100% satisfeito com a escolha. Logo, o preço foi o fator mais importante sim, já que o preço do Play3 fugia um pouco ao escopo do que eu tinha em mente.

      Curtir

  12. taí algo que não esperaria estar vivo para ver. o Gagá se rendendo a nova geração. o bom que no Xbox 360, da para jogar varias das velharias da Sega que gostamos tanto. tem muitos jogos bons a excelentes no console.

    Hee-Hoo Gagá

    Curtir

    • Pois é, o console é novo mas o primeiro jogo que comprei na Live foi Pac-Man, e o primeiro jogo de caixa foi uma coletânea de Metal Gears antigos, rs… tô trapaceando na minha entrada na nova geração :)

      Curtir

  13. Senhores Xbox 4GB por apenas R$ 599,00 via PayPal_BR (12x sem juros) http://tinyurl.com/9e39c7n

    Curtir

  14. Gagá parabéns pelo XBOX,não se acanhe em entrar na última geração de consoles porque afinal todo bom retrogamer também deve curtir os jogos da nova geração,é tudo videogame pô!
    Eu mesmo parei no PSP,emulo os antigos e estou sempre ligado no mundo X360/PS3.Pretendo comprar um X360 lá pro ano que vem,o que vale é curtir os bons jogos,e bons jogos tem em todas as épocas.

    Que legal,o velhinho agora está na última geração!!!Aposto que agora sua relação diplomática com o Cosmic Effect tende a ficar ainda mais forte,já que lá no Gagagames uma matéria de um jogo de X360,hoje em dia,seria uma “declaração formal de guerra ao público e ao perfil do site”. :)

    Curtir

    • Valeu, Dactar!

      A ideia é continuar jogando de tudo mesmo, velharias, “novarias”… é tudo videogame, isso é o que interessa!

      E sim, pretendo postar bem mais aqui no Cosmic Effect agora que tenho o Xbox. Logo logo vão começar a me chamar de traidor do movimento retrô e afins, vai ser divertido! ^_^

      Curtir

  15. Bem vindo ao lado Verde da força, Gagá! (calma gente, só foi o uso da expressão, não sou “ista” não!)

    É muito legal isso de pegar o console da geração, mas ir visitando os jogos lançados em seu início. Eu tenho uma fila grande de jogos no Xbox 360 por causa disso. Sei que é gratificante pegar o console e só jogar lançamento, acompanhar de perto jogos com gráficos tops de linha, mas acho um desperdício deixar passar aqueles jogos must play mais antiguinhos.

    Gagá, precisaria dar uma olhada na minha lista de jogos, mas puxando de cabeça lhe recomendo pelo menos estes 3 jogos: Shadow Complex, Bionic Commando Rearmed e Outland, todos da XBLA! São todos de cair a dentadura!

    Curtir

    • Lado verde da força? Não parece muito agradável, rs…

      Tô mesmo correndo atrás dos jogos antigos que perdi. Como o console já tem sete anos, volta e meia pinta um nome na minha mente e eu digo “caramba, é mesmo, eu lembro quando esse jogo saiu e eu fiquei aguando”! Aliás… putz, Dead or Alive 4!!!

      Valeu pelas sugestões, vou dar uma olhadinha em todos esses lá!

      Curtir

  16. Gagá com um X360, realmente estamos em 2012 auhauhauah!
    Bom proveito, o console tem MUITA coisa boa, eu podia deixar uma lista gigantesca de jogos aqui, mas vou citar um apenas:

    Red Dead Redemption.

    Curtir

    • Parece que o Red Dead Redemption é unanimidade, hein? Assim tá difícil de resistir… ai, meu dinheiro…

      Curtir

  17. Gagá, me interessei por esse MGS Trilogy, mas no Games On Demand só achei separado, um jogo era o MGS 2 e 3 e o outro era o Peace Walker. O que você comprou vinha duas caixas ou algo assim?

    Você pagou 70 pilas, acho que valeria a pena mesmo separado então, eles são 24 doletas (48 reais) e 20 doletas (40 reais), só um pouco mais caro do que você achou e posso pegar um depois o outro.

    Mesmo assim vou dar uma olhada na Saraiva daqui, quem sabe acho uma promoção dessas!

    Curtir

    • O meu são dois CDs numa caixa só. Mas se esses aí forem as versões HD, eu acho que vale a pena pegar sim. Ao menos o Metal Gear Solid 2 eu estou curtindo bastante, embora o protagonista (que você já deve saber que não é o Snake, foi um escândalo na época) seja um maricas emo :P

      Curtir

      • Acho que você terá orgasmos quando for jogar o 3 :P

        Curtir

        • Na verdade eu já senti um calafrio esquisito jogando o 2, mas não tenho certeza se foi ou não foi :P

          Curtir

      • Não teve jeito, passei na Saraiva e ele tava vendendo por aqui, acabei pegando.

        Por incrível que pareça o único MGS que eu joguei até o fim foi o 2. Foi interessante porque para mim a série sempre foi famosa mas nunca tive um apego pessoal por ela, por nunca ter jogado.

        Quando peguei o 2 ainda no PS2 não tinha nenhuma preferência pelo protagonista ser o Snake ou não, daí joguei de boa e não vi grandes problemas em jogar com o Raiden. Tudo bem que ele é mesmo meio afeminado, mas o lance é dele e ele faz o que quer, não?

        Resultado, hoje me empolga muito mais o lançamento do MG Rising com o Raiden que um novo MGS com Snake por exemplo.

        Curtir

        • Affff O MG Rising não é MG é Ninja Gaiden rs Talvez por isso não chamaram o Rising de Metal Gear Solid. É outro jogo. Eu testei o Rising no BGS e dispenso… Danilo, se vc tivesse jogado o MGS 3 (snake eater) vc mudaria de opinião. É o melhor de todos (incluso o 4 do PS3).

          Curtir

          • Eu joguei snake eater, mas me envergonho em dizer que achei muito difícil e nunca passo da parte de resgatar o cientista (pra quem não conhece, é a primeira hora do jogo).
            Peguei a coleção hd, pretendo remediar a situação.

            Curtir

        • Interessante a sua experiência… a maioria das pessoas já pegou o MGS2 esperando pelo Snake, e até hoje a mãe do Kojima deve estar com as orelhas vermelhas, he he…

          Agora que tô terminando o jogo, até que tô curtindo mais o Raiden, a história dele se abriu e tornou o personagem mais verossímil. Dose é a mulher que fica falando com ele no rádio, é uma “emice” sem tamanho… o cara numa missão super perigosa e a moça só quer saber de discutir a relação ^_^

          Curtir

  18. Bem-vindo ao clube dos caixistas e da geração HD, Gagá, que notícia inesperadamente agradável! Pus as mãos no meu não faz muito tempo também, em novembro do ano passado. Ótima hora pra comprar o Xbox, pois a versão atual do console é bem consistente, ele tem uma vasta biblioteca e temos uma boa ideia do que o console é capaz de fazer. Também não gosto de comprar consoles no lançamento pelos mesmos motivos que você falou no decorrer dos comentários, prefiro comprar quando o console já tem certa estabilidade.

    Recomendo os seguintes jogos:

    Bayonetta (várias referências à Sega, sei que você já baixou o demo) http://marketplace.xbox.com/en-US/Product/BAYONETTA-Demo/00000000-0000-400d-80df-000153458828
    Gears of War 3 (é melhor com o pacote de DLC Season Pass) http://marketplace.xbox.com/en-US/Product/Gears-of-War-3/66acd000-77fe-1000-9115-d8024d5308ab?downloadType=GameDemo&noSplash=1
    DLC Quest (é da seção Indie, custa apenas 80 pontos. Tem pra PC também) http://marketplace.xbox.com/en-US/Product/DLC-Quest/66acd000-77fe-1000-9115-d802585509c7

    E o seguinte item de avatar: http://marketplace.xbox.com/en-US/Product/SEGA-T-Shirt-Male/00000008-6ba8-82f1-cf15-b02553450815?cid=search

    Sem ela seu avatar não é de verdade XD. Tem uma do Saturn também.

    Por fim, duas dicas para seu “guia para novatos”.

    Rule numba one: inscreva-se aqui http://rewards.xbox.com/

    Rule numba one (de novo): visite este tópico religiosamente toda a semana http://www.cheapassgamer.com/forums/showthread.php?p=10061091

    Dê uma olhada no e-mail “Lista de lojas de jogos e links da Xbox Live US” e nas respostas dele, tem vários links legais também.

    Boa jogatina, Gagá. Nos vemos na Live. :)

    Curtir

    • Puuuuutz, eu quero essa camisa…. me aguarde!

      Valeu pelos links, show de bola! Vou devorar tudo hoje, thanks!

      Curtir

  19. Orákio, parabéns pela aquisição. Assim como o PS3, o Xbox é um excelente console. Sucesso! :D

    A única coisa que eu tenho a lamentar é que você entrou muito tarde nessa geração. Mesmo que a nova geração PS4/X720 (Wii-u não conta :D) só se viabilize em 2014, a grande maioria das produtoras já começaram a colocar o pé no freio no quesitos de novas IPs. Nesses dois anos veremos uma grande enxurrada de coletâneas e remakes, sem esperar mais nada revolucionário.

    Mas você vai ter MUITA coisa pra descobrir. Recomendo jogar Castlevania Lords of Shadow e depois você me conta!!!

    Abraços!

    Curtir

    • Talvez isso seja bom para mim. Eu pulei a geração anterior também (não tive PS2 nem Xbox), então essas coletâneas são uma mão na roda para eu ir me atualizando. Tanto que comecei pela coletânea de Metal Gear, estou de olho na de Mass Effect e já cogito essa de Zone of the Enders:
      http://www.ign.com/games/zone-of-the-enders/xbox-360-110060

      Aliás, senhores, ZOE presta? Nunca joguei.

      Castlevania já tá na minha fila de downloads. Deixa só eu fechar a demo do Final Fantasy III (meu HD só tem 4 GB) que eu testo o danado.

      Curtir

  20. Gagá ja vi o video e foi o que muitos camaradas de Sp tiveram aqui.
    Rede Dead Redemption é perfeito jogo de velho oeste acredito que imbatível pois John Marston é o cara! Tudo o que voce quer num faroeste tá lá, tudo mesmo.

    Mas ainda estou pensando em PS3, não por ter preferencias mas tem alguns jogos que curto e malharam bastante por exemplo, Gran turismo 5, ico e Shadow of the colossus HD, Metal Gear 4, ai ai é muito jogo.
    Ano que vem promete, se no caso o Xbox estiver mais em conta eu fico com o Box ok.

    Abraços Gaga e sem preconceitos nos jogos sejam novos ou velhos o que vale é o prazer de jogar bem e jogar games sempre.

    Curtir

    • Seja qual for sua escolha, você vai curtir com certeza. Parece que os consoles modernos são todos excelentes. Se não fosse o preço, talvez eu balançasse com o PS3…

      Curtir

  21. “Você traiu o movimento véio!” Haha brincadeiras à parte minha mulher fica me perturbando pra eu pegar um 360 também mas ela quer mais por causa do kinect. Também sou doido pra saber como é ter um video game atual, deve ser legal jogar os jogos junto com todo mundo. Mas como quase não tenho tempo pra jogar resolvi esperando o WiiU, mesmo que eu não vá comprar no lançamento. Nesse meio tempo peguei de um amigo um Xbox antigo e estou jogando uns jogos da geração passada que eu perdi (estou me divertindo com o GTA San Andreas e ainda dá pra jogar alguns jogos online [Halo 2] pelo XlinkKai). Boa sorte nessa nova empreitada aí…

    Curtir

    • Tô doido para ouvir os xingamentos pela minha traição, he he… pena que não estou mais no Twitter ^_^

      Ah, Max, o seu Wind Waker mandou lembranças, viu? Ele disse para você não ficar triste não que ele tá gostando muito daqui de casa :)

      Curtir

      • Caraca eu tava lembrando dele esses dias. O plano era pegar no Gaga’s day desse ano mas como não teve… Você já terminou com ele? Pow esse negócio de você me devolver pelo correio não tá com nada, temos que marcar alguma coisa. Abraço!

        Curtir

  22. Peguei a demo do Dragon’s Dogma aqui e achei arrepiante! Alguém aí já jogou o jogo full? Vale a pena?

    Curtir

  23. É o que eu digo: jogo é jogo, não importa em qual console, qual geração. Eu sou mais retrogamer hoje, bom, na verdade, estou mais como não-gamer, pela falta de tempo. Mas a sua descrição me lembrou bastante a época em que eu tive o meu 360. Infelizmente, foi no tempo em que o hardware não era muito confiável. Mas durante 1 ano que eu tive ele, me diverti muito com os jogos e com a rede dele. Baixar os demos e ter uma idéia de cada jogo é demais. Me fez ver que Grid era uma porcaria e evitar a compra. Assim como me fez ir atrás do Ghost Recom. Sem falar nas horas que eu perdi com o demo de Guitar Hero III. Às vezes acho que joguei mais ele do que alguns jogos que eu tinha. Curti muito o NBA Live 2008.

    Só espero que o seu blog não termine. O conteúdo dele é muito legal. E, pensa bem, com uma nova geração vindo, logo o 360 vai ser retro, pois é assim que a indústria funciona, feito uma cobra que come a própria cauda. Então, logo, logo, vou querer ver resenhas desses “novos jogos velhos”, hehe. Até mais e boa diversão.

    Curtir

    • Onyas, eu tava até pensando em começar a escrever posts sobre os jogos que estou jogando agora no X360 e deixar os textos guardados para soltar daqui a uns dez anos lá no Gagá Games :P

      E o Gagá Games anda meio largadão porque não tô numa fase muito retrô agora, mas eu deixo ele lá… quando bater a vontade de jogar coisas velhas de novo, escrevo de novo as minhas asneiras e publico.

      Curtir

  24. HOLY SHIT!! Gaga jogando Metal Gear Trilogy, minha serie/jogo preferido de todos os tempos! Gaga compra o 360, depois George Lucas vende Star Wars para Disney, é muita notícia bombástica em pouco tempo ^^! Já estou na espera por uma matéria de Metal Gear Solid 2 aqui no Cosmic Effect, quero saber o que vc achou da história confusa e não adianta mentir que sei que vc vai chorar no final de Metal Gear Solid 3 (espero que jogue ele logo).

    Curtir

    • Não é por acaso que todo mundo diz que o mundo vai acabar em 2012, né? Rs…

      Terminei o Metal Gear 2 na sexta. Achei o jogo bem legal, embora não ache que tenha sido uma grande evolução em relação ao MGS de PSX (que eu AMO). Para ser sincero, achei a história meio tosca…

      *spoilers*
      Achei bacana a referência ao primeiro jogo, já tinha notado algumas semelhanças entre os dois mas só caiu a ficha na hora em que o Solidus (ou o Ocelot, não lembro agora) disse que aquela era meio que uma recriação dos eventos do MGS original. A história dos patriotas achei legal também, mas achei a justificativa para a missão toda meio absurda… tipo, montar aquele rebú todo só para descobrir como fazer um supersoldado… que importância tem um supersoldado quando você tem tanques nucleares bizarros como o Metal Gear?

      Os vilões da série são sempre ideias meio doidas, mas aqui eu os achei bobos demais. Aquele das bombas, vou te contar, fiquei até com vergonha da minha esposa estar vendo aquele besteirol lá, he he… o vampirão também foi bem tosco. Putz, e o cara que finge que perdeu a perna naquele lance da igreja? Tooooooscooooo! ^_^ Parecia novela mexicana, rs…

      Mas críticas à parte, eu gostei muito do jogo e quero zerar de novo para fazer os achievements. Eu sempre acho que Metal Gear fica mais divertido ainda quando você joga pela segunda vez, tem menos tensão, sabe melhor como aproveitar os recursos que tem…

      Agora, o MGS3 é outro papo. Estou adorando o jogo em todos os aspectos possíveis. A furtividade na selva foi muito muito muito bem realizada, com o lance da camuflagem, de deitar na grama e ficar procurando os inimigos com binóculo…

      Os chefes até agora estão excelentes também — derrotei o The End ontem, a batalha foi longa e envolveu muita paciência, mas foi sensacional. Que coisa bem pensada E bem executada, putz!

      Curtir

      • Bom saber que você achou MGS 2 constrangedor. Pensei que você fosse gostar por algum motivo e escrever algo pra defender aquela m… rs

        Eu classifico esse jogo como uma bela trollada do Kojima. Nada, simplesmente nada acontece da forma que a gente prevê ou quer ver. Não tem Snake, a história fica cada vez mais retardada conforme o jogo segue a um ponto de ser imprevisível, existem plot twists a cada 5 minutos… Anarquia total.

        A única coisa que gostei foi no final, quando o General fica doidão. Eu fiquei com medo de verdade na época ^^

        E os chefes são uma coisa lamentável mesmo.

        De qualquer forma, ainda pretendo rejogar na HD Collection. Até agora, só terminei o MGS 3 por lá.

        Curtir

        • > Pensei que você fosse gostar por algum motivo e escrever algo pra defender aquela m…

          Mas baseado em que você pensou que eu fosse fazer isso? *assoviando o tema do Eternal Champions* ^_^

          E sim, trollada total, eu falei isso para a Fafá também. Eu gostei do jogo, mas foi puramente pela jogabilidade; a trama e o clima foram over demais para o meu gosto.

          Curtir

      • Os chefes são os piores da serie mesmo, há alguns que vc nem enfrenta igual a Fortune por exemplo, vai entender. Uma das grandes reclamações quanto ao jogo foram as longas conversas por codec, aquilo é realmente é um saco. A grande evolução que o jogo teve em relação ao primeiro foi na jogabilidade mesmo que esta perfeita. Há um modo de derrotar o The End rapidamente e tem como não enfrentá-lo tambem mas vou deixar para vc descobrir :p (se é que vc ja nao sabe).

        Curtir

        • Ainda bem que não enfrentei a Fortune, porque eu tava me pelando de medo dela, he he… ela me parecia totalmente “inderrotável”.

          Ah, já li sobre o The End num faq, achei interessantíssimo! Aliás, há DUAS maneiras de derrotá-lo: atirar nele naquela primeira aparição na cadeira de rodas ou ainda salvar o jogo no meio da batalha e adiantar a data do sistema em uma semana: o cara é tão velho que quando você carrega o jogo ele já está morto ^_^ O Kojima é um troll de primeira mesmo…

          Curtir

      • O MGS 2 eu achei bem trollada tb, mas nem liguei.

        SPOILER ALERT

        O momento mesmo que a IA do capitão começa a dar problema eu achei aquela parte bizarra, mas no bom sentido, tipo o jogo praticamente virou um survival por causa disso.

        Essa história de criar supersoldado vai fazer sentido em MGS 4 e Metal Gear Rising, quando o Raiden vai chutar bundas galáticas.

        O The End eu até twittei esse fim de semana que, depois de 30 minutos enfrentando, venci ele e desliguei o console sem salvar. Gritei um grande FUUUUUUUUUUUUU e comecei de novo, a segunda vez levou 40 minutos. Agora você nem vê o tempo passar, acho que é a única batalha da série MGS que tem a ver com o jogo, nunca entendi porque num jogo stealth você tem que de repente ligar o modo foda-se e atirar que nem Rambo pra matar os chefes, um defeito que Deus Ex HR resolveu imitar sabe-se lá a razão.

        Curtir

        • Puuutz, essa do The End doeu! Eu levei quase uma hora para dar cabo do sujeito… mas foi legal demais.

          Curtir

          • Pelo seu tempo acho que você não achou um determinado item antes dele…

            SPOILER ALERT
















            cof cof… thermal googles…. cof cof…

            Curtir

            • Achei sim, e também o rifle para atirar de longe dentro daquela cabaninha. O que complicou foi que… bem… digamos que minha abordagem inicial não foi exatamente paciente e cautelosa… ^_^

              Curtir

              • Da para achar ele tambem escutando seu ronco com um item lá que não lembro o nome, mas enfim, Metal Gear é um jogo que rende horas e horas de conversa :p.

                Curtir

    • Só dando um update ao homem da espada olímpica (sem conotações eróticas): não chorei não, mas putz, Metal Gear 3 sim chutou todas as bundas do universo! Jogaço, adorei!

      Gostei muito do 2 e devo rejogar assim que terminar o Peace Walker, mas o 3 é sem comparação.

      Curtir

      • Pelo menos com os olhos cheios de lágrimas vc deve ter ficado rsrr. O Peace Walker é outro grande jogo (o Kojima ja fez algum jogo pelo menos mediano?), mas ele é bem diferente do 2 e 3, tem todo aquele esquema das missões e de recrutamento de soldados. Já digo que para ver toda a história do jogo é preciso fazer 100% das missões e algumas vc é obrigado a jogar online para completá-las. Se eu morasse no RJ te emprestava o Playstation 3 “apenas” para vc jogar o Metal Gear Solid 4!

        Curtir

        • Bom, não custa sonhar com um lançamento de MGS4 para o Xbox…

          Já vi que o Peace Walker é diferentão, com as missões quebradinhas. Isso é bem adequado a portáteis, mas jogando no console fica meio estranho. Na verdade, tá meio difícil de digerir, rs… e sou um desastre nesse negócio de gerenciamento de recursos, aí danou-se ^_^ Cumpri umas missões, mas não sei se vou muito longe nele.

          Curtir

  25. Como eu falei no Gagá Games, acho que, infelizmente, a onda retrogamer está chegando ao fim. Eu já estava com essa impressão antes, tanto que aproveitava todas as oportunidades para inserir, nos comentários, pedidos diretos ou disfarçados de publicações gamísticas retrô, já que adoro a era de ouro (até 16 bits).
    Comecei a perceber que o fim estava próximo com as mudanças na linha do Cosmic Effect e com o sumiço progressivo do Gagá do seu próprio site. E agora, com essa bomba, percebo que é o início do fim de toda uma era…
    Ah, que saudade! Dizem que um sujeito fica realmente velho quando deixa de ter planos e passa a ter saudades. Pois é… Lembro-me do comentário do Gagá no excelente vídeo “Essa tal de PSN”, quando ele dizia “Eric e suas modernices”… E hoje? Será que tudo está perdido? Tem a Old!Gamer aí, mas até quando? Até quando? Indago-me angustiado.
    Brincadeiras à parte, espero que tanto o pessoal do Gagá (tem a despedida de André Breder lá) quanto do Cosmic Effect se divirtam muito com os games da nova geração, até porque esses caras nos proporcionaram imensa alegria e emoção com seus textos e vídeos fascinantes. Suas peripécias foram responsáveis por me fazer sentir parte de uma comunidade que gosta de se divertir de uma forma peculiar (quero dizer gamística, ok?). Espero que os posts sobre a nova geração sejam tão legais quanto os antigos. Afinal, não é bem a qualidade dos jogos que trazem os internautas para os sites e blogs da vida, mas sim o talento dos seus integrantes, e o que posso dizer com certeza é que vocês têm muito talento.
    Até mais.
    P.S.: só pranão perder a piada: “Gagá, seu grande traidor do movimento retrogamer”! (rs).

    Curtir

    • Concordo com o Gagá sobre o lance cíclico. Retrogame não tem como morrer porque sempre que uma geração de retrogames “morre” outros ex-recentes se tornam retrogames.

      Aqui no CFX por exemplo, Eric fez um review de Astal, um jogo de Saturn. A uns dois anos atrás essa geração estava muito recente para ser considerada retro, mas hoje ninguém nega que jogo de PSX e Saturn já é retrô.

      Fora que os retrogames geraram grande influência na geração atual. Veja FEZ, Braid, Limbo, etc… jogos que obviamente beberam da fonte retrô até engasgarem.

      Então é isso, dê um tempo e a onda retrô vai resurgir. Acho que tem até data, quando o AVGN lançar o filme dele.

      Curtir

    • Dcnauta, só complementando o que Dancovich/Gagá já responderam: sou da onda que não se separa do retrogaming, nunca mais. Aliás, faz tempo: desde que baixei o PCAtari num BBS em 1994 não deixei de jogar mais Enduro, River Raid & cia toda semana, nem que seja um pouquinho. Tanto que em 2007 fiz o SuperConsole, queria voltar pros joysticks originais e etc.

      Mas, nunca deixei de jogar as gerações atuais. Sempre gostei da evolução, “dos novos gráficos do novo videogame” ou daquele efeito de oclusão quase imperceptível que está naquela nova GeForce que você vendeu um carro pra comprar.

      Portanto, não sinta-se angustiado, meu amigo! Eu, Gagá & cia com certeza estaremos pra sempre envolvidos. Há muito, muito, MUUUITO jogo não jogado por nós perdido no passado. A cada FPS bombástico lançado ou mundo aberto gigante da Bethesda que chega no mercado, há 10 jogos perdidos nos consoles antigos que oferecem gameplay de qualidade igual ou superior em alguns casos.

      Nota: Gagá tem jogado muito PAC-MAN e Metal Gear antigos no Xbox. No mesmo console, eu não saio do Game Room (Atari, arcade anos 80 e Intellivision no Xbox 360). Danilo mencionou os jogos indie que, pela falta de dinheiro ou buscando um gameplay mais eficiente — “whatever” — trazem as mecânicas do passado pros joysticks com dois analógicos. Meu FPS favorito (dos atuais) é Halo, porque… parece Quake (sim, este é o motivo!)… e por aí vai…

      Tudo andando bem, de acordo com o efeito cósmico… ;-)

      Abração dcnauta, aprecio sua preocupação mas fique tranquilo meu amigo! :D

      Curtir

  26. Valeu pela mensagem, Dcnauta! Eu respondi lá no Gagá Games, então vou colar parte do meu comentário aqui também.

    * * *

    No momento eu tenho jogado mais jogos recentes, e com isso venho mesmo me dedicando menos aos retrogames. Pode ser que seja uma fase, videogame é assim. Numa hora a gente só quer saber de RPGs, na outra tem vontade de vomitar só de ver a abertura de um Final Fantasy

    Eu acho que a onda retrô (não só aqui como em outros blogs) atingiu um pico há uns dois anos, quando vários blogs soltavam posts incríveis toda semana. De lá para cá o ritmo foi caindo aos poucos, e hoje a retrosfera está meio devagar. Coisa cíclica, eu acho… daqui a algum tempo (seis meses? Dois anos? Quem sabe?) a onda volta a crescer. Portanto, não fique chateado!

    * * *

    Enfim, seguindo uma vibe paralela ao que você disse no seu comentário, o importante é que a nossa “turma” é muito apaixonada por videogames, sejam eles novos ou velhos. E quando a gente se diverte fazendo algo com paixão, as chances de dar certo e todo mundo se divertir (incluindo os leitores) são grandes! Aguarde aí que vamos soltar muitas asneiras divertidas sobre os jogos modernos!

    Curtir

    • Gagá, Cosmonal e Dancovich:
      Senhores, parece que fiz um drama meio exagerado nos comentários. Tá todo mundo achando que eu estou preocupado ou chateado! (rs)
      A verdade, galera, é que vocês estão certos quando dizem que o “movimento retrogamer” (rs) está esfriando agora, mas a coisa toda é cíclica. Lembram que eu chamei de “onda” na última vez?
      Hoje em dia, até eu estou contaminado com essa tal de next gen (é assim que se escreve?)! Para vocês terem uma ideia, atualmente estou jogando o novíssimo God of War 1! E estou gostando!!! (rs)
      Sério, também curto alguns games novos. Como sou colecionador de gibis (DCnauta + Marvete, sacaram?), zerei os games Batman Arkham Asylum e City de uma forma anormal: com os olhos arregalados, a boca aberta (babando) e completamente fascinado (ainda bem que ninguém tirou uma foto). E tem muito mais desde o PS2 (LJA, Marvel Alliance, etc.). Tem aqui uma penca de games para PS3 que comprei na última viagem só esperando para serem jogados (ah, se eu tivesse mais tempo… rs).
      De minha parte, existe uma preferência pela era clássica, mas não é uma neura, fanatismo ou qualquer outro “ismo” sectário. Tenho minhas críticas principalmente aos FPS e aqueles games que a pessoa passa mais tempo configurando do que jogando, mas é só uma opinião inofensiva.
      Nos comentários, assumo um perfil meio xiita muito mais para fazer graça (que, pelo jeito, não é meu forte) do que outra coisa. Também tem aquela vontadezinha de defender o retrogaming de vez em quando porque, convenhamos, é uma comunidade mais restrita na web do que as toneladas de mark…, digo, “informações” ovacionando os games novos ;).
      Por isso, amigos, muito obrigado pelas palavras reanimadoras. Serviram para demonstrar, mais uma vez, atenção com vossos leitores. Saibam que estou ansioso para o que virá e, claro, esperançoso que, aqui ou acolá, alguma coisa retrogamer ainda apareça :D.
      Valeu!
      P.S.1 – Danilo, o que é AVGN?
      P.S.2 – Eric, o que é Bethesda?
      P.S.3 – Gagá, o que é “vibe paralela”? (rs)

      Curtir

      • Ahahah, mas acho que a gente sacou que você tava zoando um pouco, pela brincadeira mesmo! Tornou até divertido nossos replies sobre o assunto, Dcnauta! :D

        Assumindo que seus “PSes” não são zoação (risos): Angry Video Game Nerd, o mestre James Rolfe, antigo “JamesNintendoNerd” :) e Bethesda é a empresa que faz o mesmo RPG mundo aberto sempre (e sempre excelente, pelo menos pra mim, rs…). Já vibe paralela só o Gagá mesmo, rsrs…

        Ah, aproveitando o nosso momento retrô que nunca passa:

        https://cosmiceffect.com.br/2012/11/09/cosmic-cast-40-o-superconsole/

        Não perca esse singelo Cosmic Cast que acabou de subir, Dcnauta e claro, estendo o convite a todos os amigos, ansioso para que todos vocês assistam! :)

        Aliás, mais retrô impossível este episódio… ;-)

        Curtir

        • E aí, Eric! Beleza?
          O pior é que os PSes não eram zoação não. Esse lance de não saber inglês me atrapalha em muita coisa na net… mas, depois de sua dica, achei uns vídeos com legendas em português sobre o AVGN e gostei demais. Tem muita coisa para ver (o velho problema do tempo… :).
          Ainda vou verificar Bethesda, mas vai ficar bem para o futuro. Nunca fui lá muito ligado em RPGs (tinha medo!), mas, de tanto ler o Gagá Games, prometi a mim mesmo que, em breve, iniciarei minha jornada nesse ramo por Phantasy Star :D
          E, finalmente, não perderia o Cosmic Cast 40 de jeito nenhum. Cara, muito, muito massa o seu Superconsole. Vai ficar até chato o que eu tenho a dizer pq, toda vez que posto algum comentário aqui, ou é para elogiar ou para agradecer (e, normalmente, os dois ao mesmo tempo), pois o trabalho de vocês é realmente impressionante! E desta vez não foi diferente. Assim, só me resta dizer: meus parabéns e muito obrigado pelo vídeo.
          Valeu.
          P.S: Acho que ainda vou deixar um comentário lá também :).

          Curtir

      • He he, traquilo, rapaz! Não passou exagero não, a gente é que gosta de umas respostas meio dramáticas :P

        Velho, esses jogos do Batman, vou te contar… joguei mais da metade do Arkham Asylum e pirei, extraordinário. E sim, o lado retrogamer continua lá e deve render umas coisinhas… eu ainda não consegui largar o tal Pac-Man DX que peguei na Live, e agora parei na demo do remake de Karateka.

        Para completar, tô pensando em comprar aquela coletânea de jogos da Sega para o Xbox 360 e encarar uma maratona dos quatro Phantasy Star clássicos! Mas ao mesmo tempo, tô de olho no Mass Efect Trilogy e no primeiro Gears of War. Ou seja, ser retrogamer e ter um Xbox 360 é como pegar o personagem do John Travolta nos “Embalos…” e botá-lo para transitar pelas ruas de Blade Runner ^_^

        Quanto à “vibe paralela”, he he… bom, “vibe” é uma ideia, um sentimento que envolve as pessoas numa dada situação. Ao menos é como eu entendo. Mas não me peça para explicar muito, porque metade das coisas que eu escrevo pela internet simplesmente não fazem nenhum sentido mesmo :)

        Curtir

        • Grande Gagá!
          Os dois games do Batman são espetaculares. As caracterizações dos personagens, os gráficos, a jogabilidade… os caras pensaram em tudo! Não sei dizer qual é a melhor parte: a do Espantalho, a da Era Venenosa, a do Crocodilo (sim, minha inaptidão em inglês me faz usar sempre o nome dos vilões em português mesmo). Acho cada uma mais fod*$%&a do que a outra.
          Eu tenho uma coletânea da Sega para o PS3. Muito legal!. E tem até uns games de Master System e de Arcade que destravam após atingir algumas metas dos jogos para Gênesis. Por exemplo: o game Shinobi do Arcade. Vc recomendou e eu assisti o vídeo no Cosmic Effect. Muito divertido. Tentei imitar. Joguei tanto, mas joguei tanto que quase consegui passar do primeiro chefe :D. Que negócio difícil!!! Depois fui jogar Flicky (e também me dei mal, mas não conte pra ninguém) :).
          Falando sério (o que eu falei acima não foi sério, mas foi verdade): vale a pena a coletânea, na minha humilde opinião (quando falo “humilde”, quero dizer que sei que minha opinião não vale nada :)).
          Agora, essa sua analogia (John Travolta + Blade Runner) exige muitas horas de meditação para liberar a mente e torná-la capaz de alcançar um nível de imaginação normalmente inconcebível para os mortais :D.
          Valeu por esclarecer o que é vibe, agora falta explicar o que é paralela (rá!).
          Até mais, Gagá.
          P.S.1: Eu sei que a saudação final é assustadora, porque dá a impressão de que você não vai se livrar de mim. Mas a impressão é verdadeira porque não vai mesmo. De vez em quando haverá um novo e insuportável comentário de minha parte por aqui ;).
          P.S.2: Eu gosto de parênteses (deu pra notar?) :D.

          Curtir

  27. Hey Gaga, Traidor (brincadeira amigo), 2013 promete pois estou com hipotese de comprar ou um PS3 ou XBOX.

    mas surgiram duvidas a qual pegar posi aconteceram os seguintes fatores:

    O novo ps3 super slim é horrível parece um gril ou sei lá o que horrivel.

    O XOBX ja vi as luzes negras da morte uma vez e fiquei horrorizado tanto que o nacional é garantia de 3 anos. Tem um conhecido meu que falou que o modelo arcade jasper dele ele nao troca por um modelo novo.

    E ai o que acha disso tudo.

    O que estou querendo é jogar metal gear 4 e agora????

    Curtir

    • Sobre o Xbox, parece que o modelo atual não é tão suscetível a essa falha maldita. Pelo que entendi, é só ficar esperto e deixar o videogame num lugar bem ventilado, ao contrário dos modelos antigos que pifavam aleatoriamente.

      Agora, se você quer MGS4, e a julgar pela diversão que você está tendo agora com o Play2 que comprou, talvez seja melhor partir para um Play3 — apesar do novo modelo, de fato, ser uma coisa hedionda! A impressão que dá é a de que usaram o plástico mais vagabundo do mercado!

      Seja como for, saiba que a Sony resolveu outro dia os trâmites legais para fabricar PS3 no Brasil, então o preço deve cair no ano que vem.

      Curtir

  28. Caso tenha mais algum retardatário da nova geração acompanhando esta thread, só queria deixar registrado que está saindo hoje o Mass Effect Trilogy para Xbox, e que a coletânea chega também ao PS3 no mês que vem. Devo comprar o jogo na black friday deste ano. Aliás, como chamamos esse treco no Brasil? “Sexta Preta”?

    Vale destacar também que a Amazon francesa “leakou” hoje uma compilação de Assassins Creed para o X360 que também parece ótimo negócio para os atrasildos como eu. Joguei umas duas missões do primeiro Assassins Creed no Steam e confesso que achei uma m%#$@, mas todo mundo insiste para eu não desistir da série… quem sabe não compro também?

    Curtir

  29. VAleu Gaga ano que vem tem PS3 mas vou tentar ver se descolo um slim ou o Fat que é o mais bonito dos 3. Fora a retrocompatibilidade.

    Assassins Creed eu nao gostei de nenhum pela temática de ser um assassino mas nada contra o jogo apesar de nao ter gostado muito tambem. Pena que vou perder Forza Horizon, o que farei???!!!

    O modelo super torradeira grill aquecedor de gás do PS3 foi o console mais pavoroso que ja vi e peguei o treco nas mãos doeu na alma o designer devia ter sido morto por produzir isso, mas enfim vamos ver o que acontece até janeiro.

    Abraços e vida longa aos games principalmente os antigos hehehehehe.

    Curtir

  30. […] Vale lembrar também que volta e meia devo postar sobre minhas aventuras com o Xbox lá no Cosmic Effect! Para quem não leu, aqui está o post onde conto que comprei um Xbox 360. […]

    Curtir

  31. […] Como vocês já sabem, no ano passado eu cometi a heresia retrogamer suprema de comprar um Xbox 360. Agora, disposto a ser definitivamente excomungado da Igreja Retrô, comprei um portátil moderno! Sim, um 3DS XL, vermelho, com 396 gramas! It’s a boy! E a compra foi um parto, diga-se de passagem. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: