Anúncios

Cosmic Cast #36 – A Magia Do Atari 2600 – Primeira Parte

“O Atari da Atari”.

Amigos do Cosmic Effect: por gentileza, peço-lhes que cliquem no play e façam esta viagem conosco nos mistérios do videogame que começou tudo: o Atari 2600.

Lembre da caixa de sapatos do seu amigo repleta de cartuchos loose de Atari. Viaje na magia do intrigante projeto de hardware do console, que estimula a criatividade do amante da tecnologia e da cultura dos videogames — até os dias de hoje.

Este episódio conta com a ilustre presença de um convidado muito especial, apresentado por aqui no Cosmic Cast #29: o Arnaldo Diniz. Agora, exibimos o conteúdo inteiro do nosso papo recheado com cartuchos de Atari (e Halo… como?) sobre a mesa e um console com 30 anos de idade que sequer tinha led — que dirá 3 luzes vermelhas.

Seria este o motivo do Atari 2600 ser eterno? Descubra conosco no…

Cosmic Cast

Episódio #36: A Magia Do Atari 2600 – Primeira Parte

Cliquem em Gostei no YouTube!
Download do vídeo em máxima qualidade
(clique com o botão direito no ícone abaixo e “salve como”):

* * *

Anúncios

62 Respostas

  1. Show de bola, muito bom mesmo. Eu como leigo fiquei viajando em algumas explicações do Arnaldo, mas é incrível ver como ele fica fascinado com um Atari em mãos. Ansioso pela parte 2!

    Curtir

    • é mesmo. o amor dele pelo Atari é sem igual. não sabia que o termo Third Parties foi feito pela Atari e o jogo Halo para o console me deixou surpreso. espero a segunda parte

      Curtir

    • Exato! Isso é que dá mais gosto em assistí-lo falando! Pessoas como Arnaldo são a prova viva que matérias de ciências exatas podem ser interessantíssimas aos alunos. Precisamos de mais professores em sala de aula como ele. Em tempo: não era ele que estava trabalhando em um projeto de “apagador de lousa” com o Wiimote?

      Curtir

      • @Guilherme Foi demais mesmo, Guilherme! E fui direto já editar a parte final pra subir logo pra gente curtir aqui em breve!

        @Leandro alves (@cybertechwyvern) Valeu Leandro, Halo no Atari ficou demais mesmo!

        @FrankCastle É ele mesmo, Frank! O projeto que usa o Wiimote como parte de um sistema de lousa virtual para salas de aula, você lembrou do vídeo que fizemos e postamos aqui! Abração!

        Curtir

  2. Saudações pessoal!
    Tudo bem?
    Embora o The Boss também seja show de bola, comigo, não tem jeito… o Cosmic Cast (CC) “pega na veia” pois fala do quê mais gosto: “Velharia Gamística”.
    Este episódio sobre o Atari me transportou direto para os anos 80 e me fez lembrar de momentos muito marcantes de minha vida. E, num dado momento, esqueci que ainda haverá a segunda parte desta matéria. Quanta “sacanagem”, Éric! Justo na melhor parte? Hahahaha!
    Sabe, vendo o vídeo, pensei em como é gratificante ver as placas de videogames antigos e como eram bem construídas, com tanto cuidado e, porque não dizer, “carinho”? Ter vivido esta época, é um privilégio pois tivemos a chance de acompanhar todo o processo de evolução dos jogos, desde seu princípio.
    Algo que acontecia muito, e que hoje se perdeu, era a surpresa a cada game novo que pegávamos. Era espantosa a mundança, principalmente, de uma geração de consoles para a outra.
    O “Com o Atari, é isto mesmo… ligou, funcionou!”, me instigou à resgatar meu meu Dynavision que está encaixotado debaixo de “milhões bugingangas”. Quando eu criar coragem (até por medo de ver como ele está depois de tantos anos), tenho certeza que ainda vai funcionar. Aliás… quando o fizer, depois conto como foi, ok?
    Até mais!

    P.S.: Sou fanzaço das aberturas do CC… ver o Pitfall interagindo com outros games, é fantástico.

    Curtir

    • Olá Douglas!
      Sim, o Arnaldo é uma daquelas radidades de profissionalismo, conhecimento e acessibilidade impar.
      E faz do conhecimento compartilhado, uma forma de entrosamento e nunca de intimidação.
      Desculpe se a câmera balaçou muito. Eu estava mais prestando atenção às explicações dele!
      E Pitfall tem amigos e amigas em todas as gerações dos games portanto ele sempre aparece par dar uma força! :)
      Um abraço!

      Curtir

      • Oi Andrey!
        Tudo bem?
        Cara, nem notei trepidação excessiva no vídeo… achei tudo normal. Até estranhei ter tocado neste assunto e fui ler novamente o quê eu havia escrito para, caso eu tenha deixado transparecer algo assim.
        Mas, em todo o caso, fique tranquilo que o trabalho está super bem feito.
        Até mais.

        Curtir

        • Olá Douglas!
          Rss. Desculpe ai. Esqueci e escreve pra você o que seria direcinado a todos.
          Em vários momentos esqueci que estava filmando e fiquei prestando atencão nos detalhes que Arnaldo falava.
          E quem não ficaria? Rss daí me dei conta que estava filmando a parede! rss!
          Mas, a edição de Eric solucionou!
          Valeu Douglas!

          Curtir

    • Opa!
      Não estou louco “respondendo a mim mesmo”, Ok? É que estou fazendo um adendo:

      Meu Dynavision ainda funciona!!!!

      Tava todo zuado – pelo fato dele ter ficado trancado dentro de uma caixa por “nem sei quanto anos” – mas, foi só ligar, e funcionou!
      Só queria ver se fosse um Playstation, se aconteceria algo assim. Hehehe!
      Agora, vou dar uma geral no Dynastick (infelizmente, só me sobrou um), trocar os contatos de metal por estas borrachinhas atuais, refazer a fiação do botão superior e deixá-lo “nos trinques”. O outro controle que tenho, é um de Dactar, mas sem o manche (só o “cotoco” mesmo, que jogava como um stick reduzido). Este, não vai ter jeito de recuperar.
      Fora isto, acho que vou comprar dois controles de Mega Drive e usar no “Dyna”. Hoje, acho até melhor usar pads do que os antigos sticks por já ter me habituado ao longo desses anos todos.
      Bom… é isto! E viva a “velharia”!

      Curtir

    • Tudo certo mister Douglas! A “velharia gamística” bateu forte neste episódio, todos nós voamos para o passado!

      “Justo na melhor parte? Hahahaha!” Rsrsrs, foi mesmo!! Estamos aprendendo com a Fox, corta no cliffhanger, rsrs, mas já estou editando aqui, inclusive agora sexta-feira à noite é só editando a parte final, além de aprender com Arnaldo enquanto edito, tenho de jogar Atari a todo momento para capturas, o que é altamente prazeiroso! :D

      Pô, você tem um Dynavision? Ora, teste o bichinho e conta mesmo pra gente viu! Abração!

      Curtir

  3. Ótimo o programa, parabéns!

    O Arnaldo é o máximo. Inteligente, simpático, conhecedor do assunto… se a programação da TV desse mais atenção aos games, tenho certeza de que ele logo ganharia um programa e seria considerado uma espécie de Professor Pasquale (vulgo professor x-burguer), he he…

    A propósito, outro que merecia um programa na TV é o Andrey. Eu não me incomodaria nem um pouco de passar horas assistindo a essas montagens que ele faz com o Pitfall. Mantendo o astral das comparações, o Pitfall do Andrey é como aquele bichinho azarado que aparece em todos os filmes da série “A Era do Gelo”, dá um toque especial ao “prato principal”.

    Muito boa a explicação do Arnaldo sobre o lance da sincronia com o canhão da TV. Tem um livro ótimo sobre isso, ele já deve ter lido, o “Racing the Beam”. Se não leu… pô, velho, vai correndo comprar, e não precisa agradecer.

    Ah, ver o Em Busca dos Anéis Perdidos do Odyssey me deu vontade de chorar. Sempre me lembro das horas que passei jogando, eu era doido por esse treco.

    Ansioso pela parte dois, edita logo isso aí, Eric!

    Curtir

    • Ilustre Gagá!

      Obrigado pelas boas palavras. Me considero um fã apaixonado, mas nunca pensei em ‘professor’, pois não sou especialista no assunto; apenas amo de paixão Games e HW =!

      Confesso que boiei no Prof. X-Burger…

      E tbm confesso que compartilho a emoção de assistir as peripécias de Pitfall Harry patrocinadas por Andrey! Sem dúvida, primoroso.

      Racing the Beam é primordial para quem curte a história dos video-games etc e tal. Já foi meu livro de cabeceira, rs. Também recomendo a todos.

      Eric Fraga: agradeço a visita fantástica e a oportunidade de compartilhar com nossos amigos meu fascínio pelo CX2600.

      Keep the good going!

      Curtir

      • Ah, comentei algo sobre a lousa e o Wii, mas passando o mouse no seu avatar e vendo a imagem, não tem erro!

        Parabéns Arnaldo! Este, para mim, já figura entre os melhores Cosmic Cast já produzidos!

        *Sobre o X-Burger era uma paródia do Casseta e Planeta com o Prof. Pasquale (2m20s de video):

        Curtir

    • Grande Gagá!

      É o Arnaldo faz os ‘scanlines’ ficarem em câmera lenta e explica todo processo de forma que pouco se vê.

      E o Pitfall sempre aparece aqui e ali…
      Faith, de Mirror’s Edge, disse que Harry foi sua grande inspiração desde quando era criança e jogava Atari.
      Esses dois ainda vão viver muitas aventuras…

      :))
      Um abraço!

      Curtir

    • Quando fiz a captura do Em Busca dos Aneis Perdidos, lembrei de você na hora, Gagá! Rapaz, a comparação com o bichinho do A Era do Gelo com as montagens de Andrey foi SENSACIONAL! Detalhe curioso: a animação rápida do início de todo Cosmic Cast é uma homenagem do Andrey à Pixar (aquela vinheta clássica da luminária pulando…) Valeu Gagá!

      Curtir

  4. E por falar em Arnaldo… Eric, como anda o desenvolvimento daquele controle Arcade?

    Eu tô na fila para comprar um viu?? rsrs

    abs

    Curtir

    • Olá meu caro Euler.

      Acho q é uma boa oportunidade para comentar…

      O ArkStick está/estava esperando algumas ferramentas chegarem. Algumas peças serão cortadas numa CNC (minha preciosa Jarviz) e finalmente posso considerar todo o operacional confiável.

      Devido aos meus critérios, talvez excessivos, de qualidade, tanto para os componentes como para o processo de produção, a previsão é de que as primeiras unidade sejam liberadas mediante encomenda de um pequeno lote “Beta”, com cerca de 10 unidades.

      Penso no ArkStick como penso num Atari: tem que durar a vida toda; no esquema ligar e usar =!

      []s

      AD

      Curtir

  5. Esse era aguardadíssimo por este que vos escreve :-)
    Porém, ainda não assisti. Motivo: Youtube! OFF TOPIC: vocês estão notando lentidão excessiva ao carregar vídeos em HD no Youtube? Aqui está demais! E o pior: quando quero voltar um breve trecho para prestar mais atenção em algum detalhe, há um reloading do vídeo, refazendo o buffer anterior… vou experimentar baixar os vídeos, pois assim tenho mais liberdade para navegar pelo episódio e ainda fico com ele disponível para assistir offline e/ou sem ter que esperar a boa vontade de minha conexão ou velocidade do Youtube! :-)

    *Vou usar o Fremake Video Downloader, até logo!

    Curtir

    • Pois é, Frank. Eu tbm notei esse comportamento no YT… bizarro.

      Baixei com o Video Download Helper (plugin do FireFox).

      []

      AD

      Curtir

    • O You Tube “tá osso” mesmo… lerdo pra cacete. Não sei se é só aqui mas, ele não carrega mais o filme todo para se assistir, ele faz isto arrega “in play” (com o vídeo em andamento). Aí, eu prefiro baixar o vídeo logo.
      Só que, tem outro detalhe… mesmo baixando, tem problemas que antes não rolavam. Só é possível baixar os de 240p e, os acima desta resolução, o download é interrompido.

      Curtir

      • @arnaldodg e @Douglas
        Pois é, está complicado mesmo! Reparei também nisso que você falou Douglas, não carrega mais inteiro, somado a isso, quando vou assistir o loading não é compatível com o tempo de reprodução do que já carregou e aí, na melhor parte do vídeo, trava e dá novo loading, muito frustrante. Pensava que era Traffic Shaping da Virtua (operadora daqui), mas parece que é geral mesmo. Uma pena, pois vídeos assim devem, quando possível, ser assistido na qualidade máxima disponível para valorizar o trabalho maravilhoso de quem gastou tanto tempo para fazê-los!

        Quem quiser usar este programa que usei para baixar, segue o link, é gratuito, só tomem cuidado para não instalar toolbars desnecessárias, se houverem:

        http://www.baixaki.com.br/download/freemake-video-downloader.htm

        Ficou assim o que baixei, lembrando que é possível escolher formatos e qualidades diferentes para baixar:

        Resolução: 1920×1080 30fps (1080p)
        Tamanho: 1,14 GB
        Formato: MP4

        Curtir

        • É isso mesmo Frank, Douglas; só que é traffic shaping do próprio YT. Eu diria que é um Load Balancing da demanda de vídeos para amenizar o consumo instantâneo da banda que eles dispõem.

          Notei isso umas semanas atrás… qualquer demanda de vídeo mais pesada e ele faz um cut-jump-buffering (streaming por janela).

          Perdão pelo off-topic =/

          []s

          AD

          Curtir

        • Cara, eu uso o keepvid (www.keepvid.com). Não precisa baixar nada e funciona do mesmo jeito.

          Curtir

      • PS: E não esqueçam de abrir o Youtube depois para clicar em GOSTEI!

        Curtir

  6. Atendeu todas minhas expectativas! Amigos (me permitam chamá-los assim), este foi, para mim, um dos melhores Cosmic Casts já produzidos. A externa/interna de Eric no carro, nos preparando para o que viria, até mesmo mostrando os “mods” no carro. As histórias da época de faculdade, a aparição e falas de Arnaldo que nos cativam imediatamente. Sensacional! Muito obrigado por partilhar conosco essas experiências e conhecimento Arnaldo!

    Um muito obrigado a toda Cosmic Effect Team, em especial para Andrey… aberturas excelentes, belas montagens…? Sim, como sempre! Mas quero atentar por um detalhe sutil que fez toda a diferença para captar o clima da conversa: o manuseio preciso da câmera! Seja para captar os consoles, ou cortando entre Arnaldo e Eric.

    Um grande abraço! Sou paciente, porque a cada episódio publicado vemos a qualidade, mas confesso que aguardei este ansioso. Assim como aguardo o de Mirror’s Edge (já o tinha para Xbox 360 e peguei a versão de PC na promoção do Steam para poder rejogá-lo com os gráficos PhysX!)

    Curtir

    • Amigo Frank! Claro!

      Neste episódio, aquelas perguntas que surgiram em 1984,85.. foram explicadas e respondidas. Imagine o que vem no episódio 2?
      Mesmo tendo filmado, a edição de Eric traz surpresas até pra quem estava lá no dia! rss
      Um abraço Frank!

      Curtir

    • Amigos sim, ora que pergunta, Frank! :)

      Rapaz, que bom que a linha de tempo do episódio se justificou, legal mesmo seu comentário sobre isso.

      Pergunta off-topic (mas nem tanto…): foi tranquilo o PhysX no seu Mirror’s Edge aí, Frank? Quando lançado, foi um caos nos drivers da nvidia e na época eu tinha a 8800GT e caía pra 5 FPS quando “vidros quebravam” — tive de jogar sem PhysX. Para as capturas iniciais do futuro episódio, não usei o Physx ainda. Como trocentas versões de drivers à frente já passaram, acredito que funcione bem hoje mas só confirma pra mim, Frank. Valeu!

      Curtir

  7. Adorei o Cosmic Cast! Realmente o Atari tem uma magia que é praticamente impossível de ser reproduzida nos demais consoles. E foi muito legal conhecer os detalhes mais técnicos como a programação analógica do jogo, a TIA e o circuito do console. Mal posso esperar pela próxima parte!
    Abração

    Curtir

  8. Este Cast vai entrar pra história do Cosmic Effect.Quando eu assistir todos os episódios do Cosmic Cast e fizer um TOP 10,é quase certo que este vai ser figurinha carimbada entre os primeiros,he he he.
    Edição,som,a captação das imagens e claro as Pitfalizações imprevisíveis e divertidas fizeram deste Cast um dos melhores.Outro ponto forte que bate no coração foi o tema: ATARI 2600,não foi o console que mais joguei mas é o que mais me marcou como gamer.Grande parte de tudo aquilo que aprendemos ou repetimos até hoje em videogames foi estabalecido pelo Atari e/ou NES 8-Bits,na minha opinião,a dupla mais importante da história dos consoles.A paixão do Arnaldo pelo Atari foi o que mais marcou neste Cast,me identifiquei muito com ele.
    Cosmonal,por favor,que venha logo o segundo!!!

    Curtir

    • Grande Dactar!

      Realmente, estar diante do Atari e ter tantos detalhes destrinchados por um porfissional igual ao Arnaldo… realmente este post foi demais.
      Incrível riqueza de infomações.
      E como diria o poeta: “Pitifalizar é preciso…”
      :)
      Um abraço!

      Curtir

      • Opa!
        Andrey parabéns mais uma vez pelo trabalho com o nosso amigo Harry.
        E como diria um outro poeta:”No meio do caminho tinha um Pitfall,Tinha um Pitfall no meio do caminho…he he he
        Falou Andrey!!!

        Curtir

    • @Adinan Sidescroller Valeu Adinan! Adorável seu comentário: “…magia que é praticamente impossível de ser reproduzida nos demais consoles…”. Estou já na edição da parte final, onde a magia chega à televisão… :) Abração e nos vemos em breve!

      @Dactar Esse era certo que nosso amigo Dactar iria adorar! E disse tudo, Atari e NES representam os dois mais importantes consoles da história, Pitfall e Mario foram decisivos (e fora de série). Fique tranquilo que já estou às voltas com o Vegas, tentando cortar o mínimo possível do recorde em filmagem do Cosmic Cast: são 3 horas e 30 minutos de Arnaldo destilando o Atari, sem momentos de pausa. Sério!

      Curtir

      • Caraka!!! Imagine um cast de 3H e 1/2?
        Esse episódio provavelmente vai ser o mais difícil de selecionar o que vai ao “ar”.Fica aí o Cosmonal o Vegas e a Dúvida:”-O que devo cortar…” he he he.

        Curtir

  9. Excelente participação de Arnaldo nesse COSMIC SPECIAL…

    Perfeita analogia de GAGÁ sobre PITFALL – ICE AGE…

    Estou aqui em Jamba, uma pequena cidade que fica no sul de Angola – África: Jogando ENDURO, RIVER RAID, VIDEO PINBALL, DEFENDER, HERO, PITFALL…

    Curtir

    • Olá Eduardo!
      Jogando Pitfall na África? É o sonho de todos nós!
      Aí sim pode ser 4D!!

      Rss ok Ice Age… gostei :)
      Gagá…:)

      Curtir

    • Detalhe, pessoal: encodifiquei este episódio para mandar para meu irmão Eduardo Fraga (que está trabalhando no interior de Angola, com uma Internet sofrível sem comparações brasileiras!) de 3.4 GB do original para… 80 MB!!!! Acreditem… foi o único jeito dele assistir, pois o youtube é bloqueado e mesmo que não fosse, engasga pra transmitir pra ele, mesmo em 240p, rs

      E foi ele quem me ensinou aquela técnica de fazer o “pitfall” do Decathlon voar nos 100 metros rasos! :)

      Curtir

    • É @edufrg… vc é o nosso herói de Jamba!

      Imagino o esforço de Eduardo para conseguir assitir esse CC =?
      Mas valeu muito apena. E Eric, pra varia, dá um jeito de viabilizar uma remessa binária e fazer o CC chegar em qualquer galáxia!

      E vamos nós!!!

      Curtir

  10. Arnaldo, parabéns!
    Ah sim, se a câmera balançou um pouco foi por que eu até esqueci que estava filmando e admirar os detalhes das suas explicações sobre esse inesquecível videogame.
    A edição de Eric compensou minha distração!
    Os detalhes e as dúvidas sobre tantas coisas do Atari, que estavam guardadas nos ‘scanlines’ da infância vieram a tona!
    Valeu!

    Curtir

    • É velho Andrews (nosso Pixel Warlock)!

      Eu nem percebi que vc estava “prestando atenção”. Mas assistindo o vídeo percebi que de vez em quando eu meio que falo olhando pra vc e não para “o câmera”, rs.

      E eu achei que o swing da câmera era estilo… ha! ha! ha!

      Curtir

  11. Pessoal,

    Eu já tinha ficado muito impressionado com o superconsole. É algo que acredito que todos que acompanham o Cosmic Effect desejam! Mas fiquei ainda mais surpreso ao ver o Arnaldo falando de hardware. Parabéns pela empolgação, paixão e conhecimento! Eu não entendo bulhufas de hardware, mas depois dessa edição do Cosmic Cast, deixei de ser um completo ignorante.

    Os jogos de Atari eram levados para a jogatina do FDS em um saco de Paes Mendonça, correto? ;)

    Abraços!

    Curtir

    • @Andrey

      Muito obrigado pela honrosa atenção. TEnho certeza de que estamos construindo e consolidade uma comunidade de altíssima qualidade para discutir e conhecer mais e mais o que nos fascina e diverte: games =!

      Esta casta nos assegura uma liberdade infinita para qualquer nível ou aspecto de discussão. Sempre saudável e sempre efusiva!

      @Marcelo Martins

      Paes Mendonça ainda é um referencial em termos de packaging =]
      E era mesmo!

      Estou muito feliz em pode compartilhar meu entusiasmo com todos no CFX. Agradeço a boa recepção e o apoio.

      []s

      Curtir

    • Caramba! Corretíssimo sobre usar o saco de Paes Mendonça pra guardar cartuchos de Atari! Rapaz, eu tive uma epifania aqui quando li… inclusive o meu Atari foi comprado lá no Paes Mendonça, mas lembro vividamente de usar um saco dele para guardar meus cartuchos! Marcelo, essa foi demais, que lembrança! Um abração!

      Curtir

  12. Simplesmente fantastico !!!! Sou fã!!

    Curtir

  13. Rapaz, lindos os cartuchos originais da Imagic! Na época eu achava que cartuchos orginais eram só aqueles que viam com a proteção em baixo, que eram os da própria Atari e da Polyvox. Nem passava pela minha cabeça que aqueles cartuchos estilosos que as primeiras softhouses definiam como sendo o seu padrão oficial de cartuchos eram originais, ainda mais pelos seus designs curiosos!

    No aguardo da segunda parte ^^

    Curtir

  14. Nem sei o que comentar deste episódio (acho que daí a demora). Já assisti umas 6 vezes e até agora fico fascinado.

    Sou programador e como todo programador gamer que se preze, claro que até hoje tento criar jogos. Comecei alguns mas não terminei nenhum até o momento, mesmo assim se até o criador de Braid teve dezenas de tentativas anteriores frustradas, por que não posso também concluir um jogo um dia?

    Esse comentário todo vem pra mostrar o quanto me impressionei com os detalhes do funcionamento do Atari. Imaginar o paradigma necessário para programar uma máquina que não lembra do “pixel” que acabou de desenhar para mim seria muito difícil. Hoje os consoles e computadores tem memória suficiente para guardar um jogo de Snes inteiro em uma mera variável de memória nos emuladores, só de pensar que na época seria necessário constantemente trocar dados de lugar na memória para caber a exibição 4 ou 5 sprites…

    Aguardando ansiosamente (é sério) a parte 2.

    Curtir

    • Pois é meu caro Dancovich…

      Coisa de doido esse Atari. E extremamente fascinante!
      Mas sprite mesmo só no Odyssey e no Intellivision que tinham HW pra isso.

      O curioso é que se vc comparar a “execução” dos jogos, o resultado plástico do Atari era mais agradável que os resultados “spritificados” dos outros consoles da época (Od, e Int) – o Intellivision chegava perto, mas faltava alguma coisa.

      Às vezes penso que foi uma coincidência técnica, mas o 2600 tinha um potencial de empenamento do HW que nunca mais se repetiu.
      Ô maquininha do capitoro!!! E os programadores eram uns capetas mesmo =]

      []s, e vamo fazê game, meu povo!

      Curtir

  15. Um pouco off-topic, mas não deixa de ser uma leitura interessante para quem curte hardware: http://iwataasks.nintendo.com/interviews/#/3ds/xl/0/1

    Curtir

    • Sensacional mesmo, Marcelo. Valeu MESMO pela dica. Uma delícia ver todo este preciosismo da Nintendo, no contexto da entrevista com Iwata no meio ficou imperdível (só reforçando a recomendação do Marcelo).

      Curtir

    • Mais uma discreta e importante contribuição de nosso amigo MM =]

      Apesar da tradução “engraçada” e do protocolo japonês de entrevista, o artigo é no mínimo fascinante: ver gente simples e aplicada, fazendo o que gosta para produzir essas maravilhas da tecnologia que nos divertem e nos educa!

      Ninguém imagina que um engenheiro da Nintendo possa ser “normal”. Mas, de certa forma, eles são como vc ou eu…

      Valeu pelo “drop”, Marcelo!

      Curtir

  16. Nossa como é ótimo o cosmic cast!! Vc consegue sentir a paixão que o nosso cosmonal e amigos tem pelos games. Toda vez que sai um capitulo novo eu me preparo todo para assistir, nem assisto no pc, só vejo pela tv, para poder aproveitar ao maximo, cada momento unico proporcionado. Cosmonal gostei mto daquele HD que vc leva no carro, ficou otimo hein!! Vc tem ali 40gb de musicas, onde boa parte são musicas de games?? Você poderia criar uma sessão aqui no site, como se fosse um hd virtual, onde possamos colocar e realizar download de musicas de games, o que acha?? Abraço e parabens pelo ótimo video!!

    Curtir

  17. É, realmente esse CC pegou pesado, muito legal mesmo ver a paixão do Arnaldo e coisas desse tipo que viemos buscar aqui, conhecimento com uma pitadinha de nostalgia e amor pelos videogames…rs
    Acho que o videogame que serviu para popularizar o mundo dos jogos e onde muitos começaram, ganhou um programa a altura para homenagea-lo, isso é o mais bacana.
    Estão todos de parabéns, o Eric mais uma vez mostrou que é uma espécie de Professor Pardal (referência a idéia do HD no carro). Mesmo que não executa algumas delas com a própria mão, fico imaginando esse cara o dia todo tentando achar idéias do que vai fazer, modificar ou criar futuramente…rs
    Gosto muito do programa porque levanta observações e comentários de coisas ou fatos que jamais imaginei, é diversão com aprendizado, existe algo melhor? Deveríamos ter uma matéria chamada Jogos na escola, pensou como ia ser massa? hehe
    A galera aqui ia só tirar nota 10, uma pena que nossos pais não iriam dar muita importância pra essa matéria, mas um 10 é sempre um 10…rs
    Fico aguardando ansiosamente a segunda parte, abraços!!

    Curtir

    • @Matheus (Elbaf) Puxa Matheus, é muito bom o fato de “nos juntarmos” por aqui para enfatizar a paixão :) Emocionante ver você falando que “se prepara todo para ver na TV para aproveitar ao máximo” — somos nós em co-op!

      Sim, pouco mais de 20 GB é de game music no HD! Realmente é uma extensa coleção que fiz/faço “desde o Napster”. Sua idéia é sensacional, vamos pensar em algo neste sentido (algum espaço que possamos trocar músicas de jogos por aqui). Seria um sonho ver algo assim funcionando aqui!

      @Julio Soares Grande Julio, que grande idéia de ter uma disciplina escolar! Sério mesmo, puxa… “os jogos são parte da vida” porque não termos uma aula só disso no currículo regular de toda escola? (Arnaldo já seria um professor requisitado… ^_^) Há muitos garotos e garotas que não jogam videogame, bom… talvez por falta de estímulo? Certamente é melhor do que algumas certas “diversões” que alguns adolescentes acabam se envolvendo, talvez soltar magia em RPG desde cedo os deixe mais imaginativos! Segunda parte em upload neste instante… ;-) Abração Julio!

      Curtir

    • Papo reto esse do @Matheus e do @Júlio!

      Acho válido termos uma lib de game music contributiva (SoundCloud talvez?).

      Sobre assistir na TV, concordo que seja isso mesmo. E como nosso querido Dactar falou/sugeriu anteriormente, vamos planejando um TOP10 do cFX para um futuro próximo.

      Seria bom ter uma compilação bienal neste estilo =]

      As aulas com games estão a caminho. Meu entendimento no assunto é um tanto cético para os próximos 5 anos em termos de Brasil. Mas lá fora já temos experiências interessantes na educação de crianças. Com certeza é trend =]

      Curtir

  18. […] Cosmic Cast #36 – A Magia do Atari 2600 – Primeira Parte […]

    Curtir

  19. Tem coisas *bum* que só o Cosmic Effect faz pra você!

    Non-ecziste material dessa qualidade em outro site brasileiro, como já foi bem observado pelo Gagá.

    É prazeroso ver o Arnaldo, demasiadamente apaixonado e conhecedor do Atari 2600, falar sobre o assunto. Coisa de louco o hardware do 2600, acho que dá pra matar um dinossauro com aquele capacitor gigante carregado!

    O episódio me empolgou tanto que nem esperei a parte 2 ser disponibilizada pra download, baixei em 1080p pelo YouTube. Espero ansiosamente pela parte final!

    Curtir

  20. […] Cosmic Cast #36 – A Magia do Atari 2600 – Primeira Parte […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: