Game Music Classics 002 – Zelda II (NES) – Temple Reprise

Pessoal, música Palace Theme (também chamada de Temple) do “patinho feio” da franquia Zelda. Fiz esta versão especialmente para um artigo sobre o jogo no Gagá Games. Espero que gostem!

Game Music Classics 001 – Black Belt (Master System) – Black Medley

Amigos: agora também no canal do Cosmic Effect, as nossas versões de game music que produzimos ao longo de… muitos anos. A maioria delas já pintou por aqui antes em artigos mais detalhados que vocês podem encontrar na seção Game Music do site. Para os que não acompanhavam o CFX anteriormente, será uma oportunidade de mostrar nossas singelas versões de video game music para vocês.

O Andrey batizou a série: Game Music Classics. Ele fez toda a arte para acompanhar a reprodução da música, com espaço para gameplay e a “partitura”. Ficou sensacional! Em breve, novas versões e um pequeno projeto com vídeos onde pretendemos conversar um pouco sobre a música composta para os videogames.

Vamos começar em grande estilo com um medley de duas excelentes faixas de um clássico do Master System: Black Belt. Músicas que deveriam ser performadas pelas orquestras mundo afora que reproduzem música de videogames ao vivo… mas o Master System não gozou de popularidade suficiente para isso acontecer. Fico sentido pelos amantes da boa game music que simplesmente não tiveram o prazer de conhecer as composições de Katsuhiro Hayashi, autor da trilha sonora de Black Belt.

As versões que produzo são totalmente performadas ao sintetizador, produzidas em sequencer “à moda antiga”, sem utilização de bancos de samplers que imitam performances de instrumentos e com todos os arranjos executados ao teclado. Espero que gostem desta nova série, amigos!

Dentro do universo dos  jogos eletrônicos, arrisco afirmar que a video game music é a sétima arte…

Game Music > Zelda II – Temple Reprise

Amigos, apresento minha primeira experiência com uma versão de música da franquia Zelda. E foi logo no Zelda mais underground, underrated, under-tanta-coisa de todos: o Zelda II: The Adventure Of Link. Num papo informal com o Orakio Rob, mais conhecido como Gagá, perguntei qual música era favorita neste Zelda. Ele, que havia terminado a pouco e tinha um post engatilhado, me mandou a trilha quase toda pra ouvir, mas destacou a música “Temple”. Achei lindíssima de cara, na primeira escutada. Não é do Koji Kondo, paizão das músicas principais do Zelda: o diferentão da série teve músicas do menos conhecido Akito Nakatsuka (Spelunker, Punch-Out, Pilot Wings 64). Certamente a trilha não é um grande sucesso somente porque o jogo não obteve êxito, uma vez que, pelo que escutei, deu pra notar que todas as outras canções também são inspiradíssimas. A versão apareceu no imperdível post do Gagá onde ele conta a saga de tê-lo jogado “…uns bons vinte anos após a vitória ter me escapado entre os dedos pela primeira vez em um cruel lance do destino”. A versão que fiz pode, quem sabe, ter servido de trilha sonora para a boa leitura proporcionada pelo velhote :) E, claro, está aqui no Cosmic Effect.

A música original nunca “se resolve”, lindamente. São três partes curtas, que trazem aquela atmosfera mágica e de suspense obrigatórias a uma boa música de dungeon. Bom, está aqui minha interpretação da música “Temple”, que virou aqui “Temple Reprise”. Há um pouco de devaneio de minha parte ao estilo que normalmente aparecem nas minhas versões (principalmente na bateria), mas não muito :) Uma frase do Gagá bem legal sobre a versão: “Gostei da bateria e do baixo “dando as cartas” na sua versão. Parece que o teclado só “passeia” por cima deles”. Uma coisa foi proposital pra conquistar o velhote: mandei um timbre direto de um dos Phantasy Star pra garantir a nota alta dada pelo rapaz. Será que você consegue identificar qual é o instrumento? Dica: é do Phantasy Star que sofre o mesmo tipo de preconceito que o Zelda II ;-)

Tema “Temple Reprise” (clique em ▼ no player para baixar a MP3)

A original:

Zelda II: The Adventure Of Link – Temple Reprise (by Cosmonal)
Versão por (c) 2011 Eric Fraga

* * *

Game Music > Phantasy Star – New Motavia

Amigos, apresento para vocês “New Motavia”, versão do tema do planeta Motavia de Phantasy Star composta por Tokuhiko Uwabo, o “BO”. Considero a trilha deste jogo a melhor já feita para o Master System. Todas as músicas que tocam em Phantasy Star (que são muitas, para os padrões de um único jogo da época), são acima da média, emocionam das mais variadas maneiras. O trato sonoro daqueles tempos é nostálgico para nós que jogamos, mas injusto com as melodias e as harmonias propostas nessas músicas. Eles merecem mais, muito mais. E foi isso que tentamos trazer para vocês nesta versão.

Convidei meu irmão Elmo Fraga que toca baixo elétrico para trazer a pegada deste instrumento para essa música. Ele não é jogador de videogame, mas curte a boa música e é fã de uma banda chamada Casiopea. Como ele é “meu irmão mais velho” muitas das minhas influências musicais partiram dele. Antes da era 8-bit existir para nós brasileiros, eu já escutava com regularidade a música japonesa do Casiopea – que, para quem não sabe, é basicamente game music sem o game e tocado por um guitarrista, baixista, baterista e tecladista. Até um show da banda japonesa que, por um acaso do destino, ocorreu em Salvador no ano de 1988, meu irmão foi assistir – daí, virou fã da “música diferente, melódica e organizada” do Casiopea. De lambuja, o irmão menor também passou a curtir as músicas.

Apesar de aparentemente simples e com apenas duas partes pequenas, a música de Motavia, como de costume entre os compositores japoneses, esconde momentos de genialidade rítmica de difícil execução ao instrumento. Na linguagem coloquial de músico de estúdio, seriam os “tempos quebrados”, durações de nota que se alternam rapidamente e outros problemas para os músicos do ocidente executarem. Mas no fear, nada que muito treinamento e repetições durante as gravações não resolva. Para casar bem com o som do baixo elétrico, concebi os arranjos de bateria utilizando samples de bateria real, com o objetivo de trazer um ar de “banda” à música. Lembrando sempre que não uso loops ou trechos prontos nessas versões que produzo para vocês – “what you hear is what you get” :) e os arranjos oitentistas synth pop de costume continuam presentes, sem muita distração do show de verdade, que é a melodia original do genial e simples BO.

As dunas de Motavia estavam no screenshot do folheto que acompanhava o Master System da Tec Toy. Eu olhava para aquela foto e não me cansava de admirá-la, ainda na inocência de um garoto que não percebe que a imagem de baixa resolução dos videogames da época, quando exibidas pequenas, ficam melhores. Mas, quando finalmente pude pôr as mãos num cartucho de Phantasy Star, entender o que estava acontecendo e como jogar (primeiro RPG, todo mundo sabe como foi, rs) e finalmente viajar para Motavia… sair de Paseo e… opa, aquela música nova, diferente… uma batalha e… vejo o cenário que tanto sonhei… e o mais incrível: tem algo a mais nessa simples imagem, as sombras tão bem feitas, o céu escaldante, o senso de perspectiva… O screenshot do folheto ganhou vida na televisão, não haviam poucos pixels ali: só muita arte.

Bom amigos, espero que tenha conseguido transmitir estes sentimentos na versão de minha música favorita de Phantasy Star: Motavia!

Tema “New Motavia” (clique em ▼ no player para baixar a MP3)

Phantasy Star – New Motavia (by Cosmonal)
Versão por (c) 2011 Eric Fraga

* * *

Game Music > Phantasy Star II – Rise Or Fall

E como prometido ao vencedor do primeiro prêmio da campanha capitaneada pelo Gagá, além de um Cybergame novinho em folha, o sorteado ainda poderia escolher uma game music à sua escolha para que eu produzisse uma versão exclusiva. O Cadu Bogik escolheu o tema da batalha de Phantasy Star II, a  “Rise Or Fall”. Parabéns ao vencedor por ajudar na campanha!

Sem mais delongas, está aqui a versão produzida para o Cadu – e, claro, para todos os nossos amigos retrogamers que curtam as músicas de Phantasy Star. Mais uma vez no estilo synthpop que costumo fazer e, como a música original do nosso Tokuhiko “BO” Uwabo é curtinha , deu espaço pra fazer arranjos diferentes – espero que gostem :)

Quem quiser baixar e para adicioná-la à sua playlist, aqui o link pra download da MP3 de alta qualidade no 4shared:

Download

A original, para comparação:

Phantasy Star II – Rise Or Fall (by Cosmonal)
Versão por (c) 2011 Eric Fraga.

* * *