Anúncios

TheBoss Extra 001 – Entrevista Com Moacyr Alves No Gamepólitan 2013

TheBoss Extra é uma série do nosso canal que apresentará qualquer conteúdo que não se enquadre em reviews de jogos. Eventos, unboxings ou qualquer vídeo aleatório — sempre relacionado aos games, claro — entrará nesta nova numeração.

Os primeiros 3 episódios apresentam a nossa pequena cobertura do Gamepólitan 2013, o primeiro grande evento de jogos que aconteceu em Salvador nos dias 16 e 17 de março.

O Cosmic Effect ganhou um estande, o “Museu do Videogame” e eu, Andrey e Danilo geramos algum material em vídeo que gostaríamos de compartilhar com vocês. Ah, e sim, tem cosplay. E muito Atari.

Começamos com uma rápida entrevista com o Moacyr Alves, presidente da Acigames, mas para nós aqui do CFX ele é o colecionador do pcenginefan.com…

TheBoss Extra 001

Entrevista Com Moacyr Alves No Gamepólitan 2013

 


Anúncios

21 Respostas

  1. Comentário mais verdadeiro sobre os brasileiros em 5:38. Realmente meter o sarrafo é fácil, agora, arregaçar as mangas…….

    Curtir

    • Concordo plenamente, Kleber. A turma malhou muito ele na época entre o Jogo Justo e a Acigames, mas putz, cadê quem fez algo? Só trollaram, nenhuma atitude e ele, pelo menos, teve atitude.

      Curtir

  2. Pra mim esse cara deveria ser cortado de qualquer coisa envolvendo games em sites que sabem o que falam.
    Mas o site é de vocês né.

    Curtir

    • É como está mencionado no post, Tiago, para nós aqui Moacyr é apenas um colecionador de videogames, fanático pelo PC Engine e pela franquia Ys…

      Curtir

      • Engraçado que já ví umas declarações desse cara falando de uma forma de quem não entende nada. Bom…tanto no meio coleção quanto no meio que ele deseja se promover esse cara continuará sendo um trolha pra mim XD

        Mas relaxa cara, entendo o teor do post. Tem quem não se importa, e se tem quem gosta não vejo problema. MAS…este TheBoss eu pularei. Até o próximo!

        Curtir

        • Valeu pela compreensão, Tiago! Amigo, juro de pé junto que não me interesso pela lance político dos games, na boa mesmo. Respeito a turma que se interessa e acho importante por sinal, importante frisar isso. Mas apenas não é minha praia mesmo! Meu negócio é gameplay e game music, nada mais :) O Moacyr eu lembro apenas do tempo em que ele era um mega colecionador da lista Canal 3, que participo há uns 10 anos. Então pra mim simplesmente foi aquele lance de conhecer “um amigo virtual de lista de discussão”, nada mais :) Abração e fique conosco viu! :)

          Curtir

  3. Olá amigos!

    Legal o vídeo para conferir o clima de como foi a Gampolitan! Achei legal vocês frisarem: “para nós aqui do CFX ele é o colecionador do pcenginefan.com…”. Pois muita gente não sabe de “onde” o Moacyr veio.

    Eu o admirava muito antes de ele entrar para o governo e até mesmo na campanha do Jogo Justo. Porém, depois que ele se envolveu com o governo, começaram a surgir algumas declarações por parte dele que não me agradaram nem um pouco. A mim, ficou parecendo que era outra pessoa, sem muita coerência com o Moacyr “das antigas”.

    Aguardando ansiosamente os próximos vídeos do evento! Parabéns por mais este vídeo galera!

    Curtir

    • Valeu Frank, pois é rapaz, eu o conheço mesmo só deste tempo e somente pela lista Canal 3 (além do site pcenginefan.com). Sem querer fugir da raia, juro que não me interesso muito pela lance político dos games (juro mesmo, sério) então só lembro dele como fã de Ys e do PC Engine (console que quero muito ter e ainda não tenho, rs).

      Abração e em breve mais dois vídeos do Gamepólitan bem legais por aqui viu!

      Curtir

  4. Se fosse em outro site eu não assistiria. O Moacyr já deu muitas declarações defendendo seu lado. Pensei realmente que seria sobre colecionismo, área onde ele tem um destaque considerável no Brasil. Mas a maior parte é sobre os “impactos” do jogo justo, então vamos por partes.

    Quem acompanha notícias sabe que o Moacyr é contra os jogos digitais. Ele quer “acabar com essa farra”. Na sua defesa ele mentiu e inventou coisas para se justificar. Uma atitude vergonhosa, que queimou seu filme fortemente na comunidade gamer.

    Seu objetivo parecia ser diminuir o imposto em mídias físicas. Se o fato do vice-presidente da Acigames ser dono da rede UZ Games tem alguma relação com isto ou não deixo para quem lê refletir. Mas fato é que a PL 300/07 – que estenderia os privilégios fiscais de itens de informática aos games – foi arquivada e ela não tinha nada a ver com o Jogo Justo ou o Moacyr. Nunca teve. Ele a usa para promoção pessoal apenas.

    E se o Jogo Justo não fez muito de concreto pelos gamers temos empresas que fizeram. Um bom exemplo é a Valve. O mais barato dos consoles desta geração, o Wii, custa um salário mínimo e é exclusivo para jogos. Seus games custam em média 100 reais. A Microsoft também é outra que tem investido bastante no nosso país, com a diferença que ela faz um lobby pesado a favor da área. São atos de empresas assim que tem ajudado os gamers e popularizado (e tornado mais acessíveis) os jogos.

    E finalmente entramos na culpa fácil: Martha e o fato que jogos não são cultura. A ministra anterior, Ana de Hollanda, tinha rabo preso com a Ecad. Sua saída foi uma conquista gigantesca para a sociedade brasileira em geral. Martha disse que jogos não são cultura. Isto é algo tão controverso que gera muito debate até dentro da área. O preconceito existe até dentro das produtoras. A Square mandou para Martha um artbook e uma trilha sonora orquestrada da série Final Fantasy. Só não mandou… jogos.

    Acontece que a birra do Moacyr não é contra o preconceito das pessoas em geral. Este ele não se esforça em combater. É contra o fato que a Martha não autorizou o uso do Vale Cultura para comprar mídias físicas. Eu também sou contra. E não vou nem me justificar, o texto no link explica claramente meus motivos:
    http://arena.ig.com.br/2013-03-14/artigo-o-vale-cultura-ainda-nao-e-o-que-os-videogames-precisam-no-brasil.html

    Este é o primeiro The Boss que eu não indicaria para ninguém, a não ser com uma explicação do que ele fala e como exemplo de porque não se deve levar algumas pessoas a série e como é fácil se aproveitar da boa vontade dos outros.

    Curtir

  5. Moacyr vestiu por muito tempo a camisa gamer, como um cara que queria lutar por todo esse meio e beneficiar aqueles que gostam de jogos. Desde o começo eu sempre notei que tinha caroço nesse angu. No final das contas, o cara em várias entrevistas que ví não se mostra totalmente entendido do assunto, em algumas ocasiões até mesmo chamando games de “joguinhos”. Mas isso seria o mínimo, afinal o cara que representaRIA os jogadores BR tinha que ter o minimo de noção de como falar do hobby daqueles que desejava apoiar. Mas era algo pequeno em vista do que ele fez depois mostrando sua verdadeira face, a de um mercenário sanguessusa que não está pensando no que beneficia os gamers do Brasil e sim no que beneficia o bolso dele. Se mostrou apenas mais um tentando ingressar na politicagem ( ÁREA ONDE ELE NUNCA DEVERIA TER PENSADO EM ENTRAR…só para começar ) escrota que só ferra a população nesse país.

    Prefere em todas as ocasiões que a pessoa compre mídia física o que beneficiaria ele direta e indiretamente, e acha que a mídia digital ( que olha só, eu nem sou adepto mas entendo quantos jogadores se beneficiam dos preços desse método ) só deve ser vendida aqui com sua visão de “fiscalização” o que para ele sígnifica cobrar impostos mais altos sobre esse tipo de venda para que se equipare a venda física ( algo rídiculo diga-se de passagem ).

    No alto de suas declarações chegou até a cogitar um NOVO IMPOSTO ( posso estar falando groselha mas me recordo dele ter citado algo assim SIM ) para mídias digitais, o que geraria ainda mais grana do pobre bolso do trabalhador para o maldito e sugador de almas governo tupiniquim. Como se não bastasse ainda se mostrou uma pessoa de ego EXTREMAMENTE inflado ( parte por culpa da comunidade gamer tosca do brasil que já dava atenção demais pra esse trolha ), que se sentiu ofendido por certos comportamentos dos caras do Steam quando foi dialogar com eles.
    Nada de bom pode vir desse víbora, ele é apenas um barriga inchada querendo mamar nas tetas do governo e usando a comunidade gamer para se promover. Fico feliz de que pelo menos alguns acordaram quando ele se mostrou de verdade.

    Curtir

    • Amigos Heider e Tiago Steel, só peço que não fiquem chateados com o nosso pequeno canal :) Foi só um papo rápido apenas pelo fato de tê-lo conhecido no Gamepólitan mesmo. Eu apenas o conhecia há muitos anos da lista de colecionadores Canal 3, então meu papo com ele (fora da câmera conversamos um pouco mais) foi no lance de coleção mesmo, mas na prática ele sempre acaba puxando para o negócio da Acigames/Jogo Justo pois é sua atividade primária hoje em dia.

      Mas por favor amigos, sem ressentimentos hein :) Abração!

      Curtir

      • No Problem Eric, não se preocupa cara…eu encaro esses lances como quando as pessoas tomam lado em partidos políticos. Eu nunca tomo lado nenhum, mas critico esse ou aquele. Mas nunca deixaria de ser amigo de um antigo amigo meu só por que ele apoia com força o PT por exemplo. É opção e opinião dele…temos que respeitar as pessoas pelo que elas são e não pelo que elas gostam/apoiam.
        Tenho muito respeito por você cara, é do Moacyr que eu não gosto. Nunca passou pela minha cabeça misturar você com ele XD
        Pra mim foi só uma oportunidade que tu teve e foi lá e intrevistou um cara que por bem ou por mal…faz parte dessa história “gamer” do Brasil. Não vou deixar de acompanhar seu trabalho seja em vídeos ou em textos…apenas vou pular esse vídeo pois não suporto o dito cujo.
        Abraço chapa x)

        Curtir

  6. Ótima entrevista Eric!

    Eu gosto muito do Moacyr e me identifico muito com esta paixão que ele têm pelos games.O cara tem mais de 100 consoles em casa,chegou a acabar com o primeiro casamento por causa dos games,afinal,é um hobby caro e algumas mulheres não entendem muito bem esta paixão he he he.O Moacyr chegou a treinar Japonês só pra entender melhor os games do MSX,enfim o cara é fera mesmo!
    Aprendi a conhecer e amar o PC Engine graças ao Moacyr,assisti uma de suas entrevistas e percebi a paixão que ele nutre pelo console,depois fui buscar os emuladores,e com os emuladores eu descobri o quanto o PC Engine é legal, e o PC Engine poderia ter sido muito maior se tivesse um trabalho comercial mais apurado em cima do produto na época.

    O Jogo Justo é fantástico!

    Toda idéia,para se tornar realidade dentro de uma comunidade dita democrática,precisa antes de tudo,ter uma forma,uma medida e pelo menos um representante.Antes do Jogo Justo havia uma causa clara,uma vontade explícita pairando no ar—para que os impostos sobre games baixassem—mas não havia um sistema ou um conjunto organizado para lutar por essas demandas.O Jogo Justo,personificado no Moacyr,trouxe esse norte.Parece incrível,mas hoje temos um cara que gosta de games,é fã mesmo,e tem acesso aos porões do governo federal.E olha que lidar com o governo(que tem como objetivo principal criar impostos abusivos e outras formas de ferrar o cidadão) e com a premissa de reduzir o que eles(governo) mais gostam(impostos)é o mesmo que entar no Congresso Americano e pedir pra um republicano cantar o hino da Koreia do Norte,he he he.Tenso.

    O caso polêmico da Steam e a suposta taxação dos games on-line,confesso que foi uma derrapada do Moacyr,mesmo com boas intenções ele quase fez o que o governo adora fazer,ferrar o cidadão com regulamentações inúteis.Mesmo assim,ele percebeu que errou e veio a público e disse,com todas as letras, que “jamais vai regulamentar o digital”.Pra mim basta,até porque foi apenas um deslize,nada de concreto foi realizado neste sentido,NADA,e se não há crime…não há criminoso oras,he he he!

    Afinal,condenar qualquer pessoa ao ostracismo por uma declaração,ou um posicionamento que jamais se realizou de fato, é de fazer inveja aos piores regimes ditatoriais do planeta.Cuba,China e Koréia do Norte ficariam orgulhosos de pessoas assim.

    Por isso reforço meus parabéns ao Cosmic Effect pela entrevista,demonstrando o espírito LIVRE,INDEPENDENTE e DEMOCRÁTICO do blog.E sucesso ao Moacyr e ao Jogo Justo.

    Curtir

    • Amigo Dactar, você me conhece e sabe que sou dessa linha também… assim como você, o conhecia como colecionador antes dele se popularizar com o Jogo Justo, portanto o encontro com ele foi apenas “conhecer um cara da lista de colecionadores Canal 3”, que participo há muitos anos. Nada mais!

      Também admiro a atitude dele em tentar fazer algo pra reduzir os impostos, mas paciência, parece que ele ficou com a imagem arranhada pelos últimos acontecimentos (Steam & cia como você lembrou).

      Eu também assim como você nutro grande admiração pelo PC Engine por conta do Moacyr, nem fale porque é o console que não tenho aqui ainda e quero muito… inveja do Adney, que comprou o dele agora:

      http://s1118.photobucket.com/user/adneybr/library/?page=1

      Hehehehe!

      Abração Dactar!

      Curtir

      • Valeu pelo link Eric!
        O Adney fez uma ótima compra,parece estar bem conservado o console.E o que dizer então dos cartões HuCards?Sensacional!
        Vou te contar,ver na tela da LG dele estes clássicos foi de arrepiar he he he,caraka!

        Aero Blaster
        Salamander
        Galaga 88
        Street Fighter 2

        Principalmente Aero Blaster que gosto muito e preciso voltar a jogá-lo.E esses dias eu estava curtindo Galaga88 versão Arcade,via MAME,muito bom também.Aliás se o MAME não foi invenção direta de Deus,foi por alguém iluminado por Ele,he he he.
        Salve salve os jogos antigos,o PC Engine e o CFX!

        E no aguardo(mega-ansioso) aqui do material Extra da Gamepolitan,abraço Cosmonal!!!

        Curtir

        • Mas olha só, a notícia da minha nova aquisição foi parar aqui no Cosmic Effect. E no meio de uma discussão sobre o Moacyr Alves.

          Respondendo ao Dactar: o console não só parece estar bem conservado. Ele está MUITO bem conservado. Considerando que é um console com pelo menos 20 anos, eu diria que ele está quase como novo! O mais curioso de tudo é que, na descrição do console que o vendedor colocou no Yahoo Auctions Japonês (fiquem calmos, ainda não sei japonês, comprei através do shoppingmalljapan.com. Caso estejam curiosos para saber como funciona, esse post do Gagá Games diz tudo: http://www.gagagames.com.br/?p=5072), o console estava classificado como “lixo” (Junk), e o antigo dono nem sabia se estava funcionando! Isso mostra o cuidado meticuloso que os Japoneses têm com os seus produtos eletrônicos. Essa foi a primeira de, provavelmente, muitas compras que farei pela internet diretamente do Japão.

          O melhor de tudo é que, não só a entrada para os HuCards está funcionando perfeitamente (todos os jogos pegaram de primeira), mas também o leitor de CD (não testei ainda com algum jogo, já que ainda não possuo; mas testei com um CD de música, e ele leu perfeitamente). Nesse meu início de colecionismo de video-games, esse por enquanto é o momento mais gratificante.

          Aliás, não sei se vocês repararam quando viram as fotos, mas veio ainda um PC-Engine (já sabia que ele era pequeno, mas não imaginava que ele era tão pequeno assim) com um controle, mas sem os cabos de força e o de Audio/Vídeo. E como os cabos do PC-Engine Duo não servem nele, não tenho (ainda) como testar.

          Aliás, Eric, farei uma pequena proposta para você: caso você se interesse (já que você mesmo informou que ainda não possui esse console), posso enviar o PC-Engine e o controle para você, bastando você pagar apenas o frete. Como o Duo está funcionando perfeitamente, é melhor enviar o outro para quem vai aproveitá-lo ao máximo do que deixá-lo aqui parado. Qualquer coisa é só me enviar um e-mail (adneybr@yahoo.com.br) ou comunicar pelo twitter.

          Curtir

          • E aí rapaz!
            Adney,curti muito o PC Engine Duo,ótima compra!Mas não apenas isso,passeando pelas fotos não é que eu vejo um TurboGame exatamente igual ao que eu tinha?Com as duas entradas 60/72 pinos?he he he.
            Legal sua dica para comprar direto do Japão,aliás que lugar no mundo poderia ser melhor para se comprar um console do que na própria “terra dos videogames”.
            :)
            Pena que os cabos de força e o AV não são compatíveis entre os consoles,mas se o primeiro funciona muito bem imagino que o PC Engine “pequeno” também esteja funfando.
            :)
            Abraço.

            Curtir

          • ei adney não quer me vender ele rsrsrsrsrsrsrsrs?

            Curtir

          • Adney, é sério essa “proposta indecente”? Pois eu achei muito decente! Como é que a gente faz, vou mandar email pra você agora, você é o cara dos arcades e agora também do PC-Engine.

            Curtir

  7. Ahh Nec Pc Engine . . . meu sonho de consumo um dia eu terei pois nunca tive um desses, só o console para mim seria a glória!

    Enfim, eu mesmo sou uma pessoa desacreditada da politica. A entrevista foi boa, mas o Moacir ta engordando né.
    Tanto fisicamente como os bolsos dele rsrsrsrsrs.
    Enfim não da para fazer nada la dentro, até o Tiririca tentou mas falou que vai abandonar a política como muitos fizeram porque “Eles nunca vão dar espaço”, pra quem ta começando.
    É amigos, é muito triste saber que tem pessoas que se vendem ou fazem papelão la dentro novamente, só tenho a lamentar.
    Mas valeu Eric pelo seu video.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: