Anúncios

Primeira Edição Do Joga Brasil – Entrevista com “SLotman”

Joga Brasil mostrará no Rio os games feitos no país

Nos próximos dias 28 e 29 deste mês, acontece, no Rio de Janeiro, a primeira edição do Joga Brasil, evento dedicado aos games desenvolvidos no país. Além de conhecer as produções atuais feitas por estúdios brasileiros, os visitantes também poderão mergulhar em um túnel do tempo e conhecer clássicos criados no Brasil, como o adventure Amazônia, feito para o MSX.

O nosso retro repórter Mario Cavalcanti conversou brevemente com José Lucio Mattos da Gama, o SLotman, responsável pela empresa de desenvolvimento de jogos Icon Games e organizador do Joga Brasil. SLotman adiantou um pouco do que o público encontrará no evento. Acompanhem abaixo e anotem na agenda, pois o encontro é imperdível – e o Cosmic Effect estará por lá realizando aquela cobertura cósmica em vídeo que vocês já conhecem! ;-)

Cosmic Effect – Como surgiu a ideia de fazer um evento para divulgar a produção nacional de games e quais foram seus principais motivadores?

SLotman – Eu estou desde 2003 no mercado de jogos – com a Icon Games – e uma coisa que notei com o passar dos anos é que muita gente desconhece que sequer existe a produção de jogos no país. As empresas brasileiras na realidade atual, se querem sobreviver, têm duas saídas: trabalhar com advergames ou então fazer jogos voltados para exportação. Em certos casos, algo curioso acontece: um jogo brasileiro é distribuído por um publisher estrangeiro, e chega “de volta” no país através de portais; os brasileiros compram sem sequer se dar conta que o jogo foi desenvolvido no país. Para iniciar uma reversão nesse quadro, foi criado o Joga Brasil, onde a ideia é divulgar os jogos que foram ou são desenvolvidos no país.

Cosmic Effect – Quais as expectativas para esta primeira edição? O que o público pode esperar como atrações?

SLotman – As expectativas são grandes. Apesar de ser o primeiro evento somente com produtoras brasileiras, conseguimos reunir uma gama bem diversificada de expositores, com projetos de todos os portes. O público com certeza poderá experimentar estes jogos e até mesmo conversar com os próprios desenvolvedores por trás dessas produções; mas além disso, temos outras atrações: palestras e mesas redondas (quem é do ramo, estudantes e interessados podem assistir a palestras no evento, que falarão de diversos tópicos relacionados ao mercado e ao processo de desenvolvimento de jogos); exposição da história dos jogos brasileiros (uma exposição que mostrará jogos desenvolvidos desde os anos 80, em diversas plataformas, como Odyssey, MSX, Amiga, Master System, Mega Drive, PC etc., até produções mais atuais – mostrando a evolução do desenvolvimento de jogos no país).

Um convidado especial, o Renato Degiovani (autor do primeiro jogo 100% nacional – o Amazônia) fará uma “palestra interativa”, um bate papo informal sobre o mercado de jogos no passado e no presente. E teremos também uma parte voltada para reunião de negócios, onde empresas que não estão expondo no evento poderão se reunir, com hora marcada com as empresas expositoras. A parte de divulgação do evento é muito importante, mas tão importante quanto é a geração de novas parcerias para que as empresas possam criar produtos cada vez melhores e de maior valor agregado. A ideia geral é propiciar ao mercado de jogos, o mesmo que ocorreu com o mercado de filmes nacionais, que antes eram mal vistos por boa parte da população, mas que atualmente conseguem inclusive superar bilheteria de produções estrangeiras.

Cosmic Effect – Como você enxerga o atual cenário nacional de desenvolvimento de games?

SLotman – É um cenário promissor. O Brasil está despontando como uma nova potência no mundo, está atraindo as atenções do mercado mundial, e além disso, o povo brasileiro já possui uma cultura “gamer” enraizada. Tem-se um potencial enorme ainda não aproveitado neste país, e uma enorme quantidade de gente que simplesmente não tem acesso a jogos. Grandes empresas como a Microsoft, Sony, Nintendo, Blizzard, Ubisoft já se deram conta disso; e cada vez mais teremos a presença dessas empresas estrangeiras em solo nacional. É importante, neste momento, um evento como o Joga Brasil, para mostrar à população que existem jogos feitos no país, e que todos os envolvidos nesse mercado têm um profundo desejo de não só fazer jogos aqui, mas também de fazer jogos voltados para a realidade nacional. E isso não necessariamente quer dizer fazer um jogo que tenha o Pão de Açúcar como cenário, ou que tenha um Saci Pererê, mas sim que se use o jeito brasileiro, a cultura e a diversificação desse país para se criar algo que a pessoa ao jogar se identifique.

Cosmic Effect – Como já dito, entre as atrações estará uma exposição sobre produções nacionais antigas, que mostrará clássicos como o jogo Amazônia, para o MSX, e adaptações como Mônica e o Castelo do Dragão, para Master System. Na prática, como será essa área de exposição? Especificamente em termos de retrogames, o que mais o público poderá conhecer de perto?

SLotman – Teremos cartazes explicativos demonstrando vários jogos, em ordem cronológica, mas teremos também na exposição máquinas rodando alguns destes jogos. Além dos citados, teremos Em Busca dos Tesouros (TK-85), Zorax (MSX), Barravento (Amiga), Didi na Mina Encantada (Odyssey – esse apenas uma adaptação), Incidente em Varginha (PC – não muito retrogamer, mas antigo e importante do mesmo jeito), entre outros. É algo muito interessante, pois vendo jogo a jogo dá para entender a evolução do mercado nacional ao passar dos anos.

Cosmic Effect – Que mensagem você gostaria de passar para os visitantes ou pessoas que pensam em ingressar de alguma forma no mercado de games?

SLotman – Acho que melhor que qualquer mensagem, seja dar um conselho: venham ao Joga Brasil! Não existe oportunidade melhor para se conhecer quem já está no mercado, trocar experiências e ver de perto a realidade do desenvolvimento de jogos no país. Tanto nas palestras, como nas mesas redondas ou mesmo na área dos expositores – todo o evento é focado na realidade brasileira, coisa inédita até então.

SERVIÇO

Joga Brasil

Data: 28 e 29 de janeiro de 2012

Local: Faculdade CCAA

Horário: a partir das 10h

Endereço: Av. Marechal Rondon 1460 – Riachuelo – Rio de Janeiro, RJ

Site oficial: http://www.jogabrasil.com.br

Entrada franca!

* * *

Anúncios

18 Respostas

  1. Eu soube desse evento no começo desse ano, um amigo meu comentou sobre…

    Sendo carioca, pode contar que estarei por lá. É sempre bom ver a quantas anda o desenvolvimento de games aqui no país in loco.

    Curtir

  2. bom essas iniciativas de games nacionais. pena que não poderei ir…fica muito longe de Recife.

    Curtir

    • Leandro, farei o possível para ser os olhos de quem não poderá estar lá. ;-)

      Curtir

      • Confirmado Leandro sua passagem para a visita virtual que o Mario nos proporcionará com a cobertura cósmica! Prepare seus óculos 3D! :)

        Eu já nem me sinto tão mal de estar em Salvador com o Mario fazendo essas coberturas no Rio! Em breve Cosmic Cast dele novo por sinal… (e não estou falando do Joga Brasil ainda ;-)

        Curtir

        • Provavelmente dessa vez o Cosmic Effect não vai ser novidade aqui em casa, pois pretendo marcar presença. Quem sabe eu não esbarro com o Mario no evento?

          É uma inciativa muito legal a do José em fazer um evento como esse. O cenário brasileiro de desenvolvedores tem bons profissionais. A maioria se foca no desenvolvimento de games para Iphone e SO Android por serem plataformas mais acessíveis.

          Só para citar, conheço o caso do jogo Sam Power Footballer de Nintendo DS que foi desenvolvido pela Tectoy e distribuído pela Ubisoft . Um jogo razoavelmente bom e com um enredo bem brasileiro. Infelizmente o jogo ficou limitado ao continente Europeu e nem teve oportunidade de ser vendido em nosso país. É Triste:(

          Porém vou otimista e espero encontrar por lá desenvolvedores de todos os tipos. Desenvolvedores de jogos para celular, para PC e para consoles modernos.

          Curtir

        • ansioso por essa viagem começar Cosmonal. :)

          Curtir

  3. Ótimo evento para divulgar os desenvolvedores brasileiros!
    Espero ano que vem estar lá divulgando meus trabalhos também, hehe.

    Curtir

  4. Slotman seria o mesmo slotman que chegou a escrever do baú de jogos? =p

    Curtir

    • @Andre Nunes Opa Andre, também espero ver seus trabalhos lá hein! :D

      @Sonic Tales Não sei se é mesmo Sonic, ele até pintou por aqui pra mencionar que já abriram inscrições no evento.

      Curtir

      • sim! ele era o webmaster do baú de jogos
        contratamos ele porque gostavamos dos hacks de jogos de msx que ele fazia, principalmente no jogo 007 A View to Kill que ele colocou o nome dele nos créditos

        Curtir

        • Opa Bau de Jogos, valeu pela confirmação! Fazia tempo que não visitava seu site, é divertido demais, meu velho! Estava agora mesmo lendo review de Cybercop/Corporation do Mega, um dos meus favoritos “jogos patinho feio” e vocês elogiaram a trilha sonora excepcional dele, hehe:) Abração!

          Curtir

          • Os únicos webmaster daquele site ridículo são Diego Martins e Heitor Barcellos – dois infelizes que conseguem ser banidos de qualquer site ou lista por onde passam.

            Eu nunca tive, nem nunca vou ter nada a ver com um site preconceituoso, racista, homofóbico e que ainda promove pirataria como aquele.

            Curtir

  5. Opa… Esse evento promete. E o Cosmic Effect estará por lá cobrindo. Ansioso para ver as produções nacionais do passado e do presente.

    Como eu tava falando com o Cosmonal outro dia, é o tipo de atmosfera boa que me faz lembrar de épocas como a do início dos computadores 8-bit ou, posteriormente, a era de ouro dos CD-ROMs e dos sharewares do PC. Um ambiente pequeno que precede um cenário maior, um grupo de pessoas trocando ideias e fazendo parte de algo que virá a crescer muito. Assim vejo esse mercado de desenvolvimento de games no país, seja para mobile ou não.

    Curtir

    • Aguardando ansiosamente, Mario. O que você falou foi mesmo uma ótima lembrança, o tempo dos CD-ROM e dos shareware, lembramos até dos CDs do Tucows! Até fui olhar e não é o que o archive.org anda providenciar guardar essa história pra gente, depois dá uma olhada… http://www.archive.org/details/cdbbsarchive :)

      Aguardando evento e a cobertura do Retro Repórter Mario! :D

      Curtir

  6. Inscrições abertas para as palestras e mesas redondas!

    Curtir

  7. Poxa, que bacana!
    Torcendo para que o evento venha para SP, pois tenho bastante curiosidade pra falar com os desenvolvedores.
    Eu acredito bastante no potencial brasileiro, acho que em alguns anos podemos ter grandes novidades quanto ao cenário de desenvolvimento de games, ainda mais agora que estão sendo classificados como cultura.
    Muito legal a divulgação por parte de vcs do Cosmic Effect!
    Abraços

    Curtir

  8. Este evento tem um potencial incrível!Fala da nossa gente,dos nossos desenvolvedores e também divulga para o grande público gamer e empresários que o Brasil tem sim estrutura para desenvolver jogos locais sem cair na perda de qualidade.

    Claro,talvez ainda não possamos produzir um Halo mas com certeza estamos a caminho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: