Anúncios

TheBoss 026 – Beyond Two Souls

Controle Ellen Page na computação gráfica interativa Beyond: Two Souls, exclusivo para PlayStation 3. “Controle” ou não…

Anúncios

9 Respostas

  1. Como jogo, Beyond é muito limitado, quase não à escolhas. Mas como historia, e muito bom. Poderiam ter feito um filme em vez de um jogo.

    Curtir

  2. Eric,

    Você chegou a jogar Heavy Rain? Eu gostei do jogo, apesar de ser bem linear e só focar na história.

    Porém, parece que Beyond Two Souls é ainda mais amarrado. Em Heavy Rain pelo menos tinham alguns momentos de investigação interessantes.

    Gosto do approach do David Cage e reconheço a importância dele na indústria, mas se os jogos continuarem a ser dessa forma, uma parcela cada vez maior de jogadores vai começar a perder o interesse.

    E acho que não joguei Phantasmagoria na época! ;(

    Curtir

    • Mestre Marcelo!

      Havia jogado apenas a demo do Heavy Rain, e pelo que mencionou parece com o que li por aí mesmo: tem mais “game” nele do que no Beyond.

      Olha, assim como você, não nego a importância de pessoas como David Cage que de fato se arriscam. Porém, sou obrigado a reconhecer que ele apenas utilizou mecânicas muuuito antigas, sem absolutamente nenhum “risco” (os quicktimes) e a novidade no Beyond (acabei jogando por inteiro… apenas porque é um jogo automático, é apenas esperar as cutscenes — MESMO) se resumem a um motion capture muito elaborado. Sem exageros!

      Ah, Phantasmagoria mister Marcelo…. é um adventure genuíno, de Roberta Williams com full motion video e puzzles incríveis! Um filme, na linguagem dos videogames! Já o Beyond… é, infelizmente, uma apresentação de renderizações. Por melhor que seja a maneira que a história foi contada e seus atores e roteiristas envolvidos, não tem brilho como jogo de videogame. Faltou jogo, faltou por demais…

      Curtir

  3. A proposta de Cage é essa.Fazer jogos mais densos e intensos,trabalhando a emoção mesmo.Eu acho que ele não gosta do jeito padrão de fazer jogos.Ele quer ampliar as possibilidades de trabalhar um game,e provavelmente faz um bom trabalho,mas para o jogador tradicional isso é um pouco estranho.

    Curtir

    • Pois é Dactar, foi o que pensei (que poderia ser um jogo “mais denso, com mais emoção”) …até… experimentar o Beyond Two Souls por inteiro. Ele simplesmente se destaca dos jogos de videogame por, literalmente, não ser um. Mas o David Cage certamente está buscando, ele não vai parar e estas pessoas que “pensam fora da caixa” são essenciais para qualquer tipo de entretenimento. (são tantos exemplos no cinema e na música…). Porém, faltou um pouco de Miyamoto ou Yu Suzuki na receita…. nem que fosse uma pitadinha, rs…

      Curtir

      • Tem razão Eric,ás vezes eu acho que ele(Cage) pensa que pode transformar toda a indústria só fazendo do jeito dele.Talvez videogame seja isso mesmo o que nós temos,com erros e acertos.O Cage quer transformar games em algo muito mais sério do que realmente um videogame é.

        Curtir

  4. Nossa, que decepção esse jogo, achava que ele fosse igual ao Heavy Rain, mas pelo jeito é uma baita “CG” interminável, essa de não dar Game Over se alguma opção não fosse escolhida foi demais =/
    Qual será que foi a intenção do David Cage em fazer isso?!
    Uma pena, tanto trabalho, potencial e dinheiro mal aproveitado, fizessem um filme logo igual o Resident Evil: Degeneration que ia ficar mais bacana…rs
    Valeu pelo vídeo CFX!! :)

    Curtir

    • “Uma baita CG interminável”, sinto dizer-lhe, Julio, que esta é a definição mais acurada possível. Vamos aguardar sua próxima incursão, pois este Beyond Two Souls foi um beta-test…. abração meu velho.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: