Anúncios

TheBoss 023 – Splinter Cell: Blacklist

Para você que nunca experimentou, Splinter Cell: Blacklist é uma introdução em grande estilo à franquia. Gameplay inteligente em meio ao americanismo, devidamente equilibrado por nós neste vídeo.

Anúncios

8 Respostas

  1. O início do vídeo lembrou aqueles comerciais anti caspa,reduz 80% kkkkkkk “VC é dos anos 80?” Sim eu sou.E a musica de Zillion arrepia mesmo,linda música!
    Na boa,fiquei com pena do cachorro :(
    Acho que ele era um pastor ALEMÃO kkkk “Tum Dum TSS” ok,foi péssima essa kkkkkk.
    Gostei da forma como Blacklist “monitora” o estilo de jogo adotado e depois pontua cada um deles.
    Splinter Cell Blacklist é um jogaço,mas só por causa da cena do cachorro,ele vai ficar na minha lista negra.”Tum Dum TSS” OH God,kkkk
    :)

    Curtir

    • “Nenhum animal sofreu injúrias na produção deste vídeo” rs…

      Gostei das viradas de bateria do seu comentário :P e eu sinto que a música de Zillion tocou forte aí hein, mais do que o próprio jogo… abração Dactar!

      Curtir

  2. Hahaha Cosmonal Cosmonal, seu fanfarrão, tá na hora de fazer mais um “andar” no SuperConsole pra por o PS3 e o X360…rs
    Também nunca joguei Splinter Cell, e pra ser sincero só tenho um único amigo que curte a série, porque será que a série não “pega”, né?! Deve ser porque a série é um pouco mais complexa e o povo hoje não gosta muito de pensar jogando não =P
    Blacklist deve ser um jogão, nota alta no Metacritic e o Eric dando o aval não tem erro. Penso eu que depois da primeira horinha de gameplay, quando pegar o gosto e o jeito mesmo da coisa, o game fica muito viciante, daqueles que você não vê a hora de sair do trabalho pra jogar mais um pouco de noite…
    A parada de duas telas na análise ficou muito bom Eric, sério, parabéns pelo trabalho!!
    Valeu pelo TheBoss pessoal!!

    Curtir

    • Rapaz, é mesmo, faltam dias para a geração acabar e PS3 e 360 viram retrô de imediato, vão pro SuperConsole sim! Valeu amigo Júlio, até breve.

      Curtir

  3. Pô, Eric. Que pergunta óbvia, eu prefiro o Japão, é claro! ;)

    Eu joguei os três primeiros SC e gostei muito. Na época, tinha até achado melhor que Metal Gear, já que a jogabilidade do Splinter Cell é mais dinâmica e rápida, sem tirar o mérito da franquia do Kojima.

    Mas, faz tempo que não acompanho a série e fiquei muito feliz com a resposta positiva que o jogo teve até agora.

    Poxa, Eric, parabéns pela edição e tom do vídeo, Está sensacional, cada vez melhor. Suas resenhas são divertidas, informativas e melhores do que qualquer site “profissional” que conheço.

    Curtir

    • > Pô, Eric. Que pergunta óbvia, eu prefiro o Japão, é claro! ;)

      Há! Mais um ponto pro Japão, foi goleada contra os EUA! :D

      E Marcelo, sem palavras para seu elogio meu caro. Obrigadíssimo pelo apoio e companheirismo de sempre.

      Curtir

  4. Sou fã de Splinter Cell e jogos de espionagem em geral (Metal Gear é minha serie de jogos favorita), Terminei os quatro primeiros jogos da franquia e eu recomendo muito o Pandora Tomorrow e o Double Agente Eric, principalmente esse último, nele o Sam Fisher esta infiltrado em uma organização terrorista e há missões em que o jogador deve decidir se cumpre as ordens dos terroristas para manter o disfarce ou se nega a ajudá-los mas fazendo com que seu disfarce fique comprometido. Em uma missão por exemplo o jogador deve decidir se sabota ou não uma bomba em um navio que pode matar vários inocentes. Um dos principais recursos dos primeiros jogos (e seu diferencial pra Metal Gear) era a possibilidade de se esconder nas sombras, isso parece ter sido abandonado nesse jogo, confere isso Eric? Para quem quiser jogar os antigos eles foram relançados em HD para Playstation 3 e 360.

    Curtir

    • Valeu pelas dicas Leo, estou em busca do primeiro Splinter Cell por sinal (pra conhecer a origem mesmo). Sim, o lance das sombras continua firme neste Blacklist! Aliás, pelo que li parte das alterações que a Ubisoft fez na Unreal Engine para este jogo tem a ver com a detecção mais acurada do jogador nas sombras. Abração meu velho.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: