Anúncios

TheBoss NewGame 002 – Rock Band Blitz

Um noob jogando Rock Band Blitz pela primeira vez; um Xbox 360 que sofre as 3 luzes vermelhas durante a gravação de um vídeo sobre videogames.

E um inédito “videoclipe”, oferecido pelo Cosmic Effect Team, para a Microsoft Corporation!

Tudo isso e muito mais conteúdo comprimido em poucos minutos no…

TheBoss NewGame 002

Rock Band Blitz

 

* * *

Anúncios

34 Respostas

  1. Eric que azar seu Xbox dar essas luzes da morte.
    Quanto tempo tinha seu filho? Pretende arrumar esse modelo ou deixará para posteridade? ou lembrança? se quiser vender ou doar tenho interesse ok.

    Tirando o momento comprar e venda gostei desse rock band lembra muito o de psp.

    Bem desafiador eu diria, mas deve ser facil pra quem adora games musicais como eu.

    Amigo espero que voce arrebente cada vez mais em seus vídeos pois são de qualidade impar.

    Orgulho brasileiro eu diria.

    Continuem com esse trabalho primoroso

    Abraços

    Curtir

  2. Bem vindo a geração do medo ( ou da obsolescência programada)! Já tó no segundo PS3, o primeiro a GPU foi pro lixo depois de 1 ano e oito meses de uso. Meu segundo também já me deu dor de cabeça, mas consegui resolver trocando o HD que tinha estragado por causa do calor, e olha que eu tomei todos os cuidados possíveis. A poucos dias instalei um dispositivo pra aumentar a velocidade da ventoinha, melhorou 100%. Até as mídias que saiam de dentro do console pegando fogo, agora, saem frias, os travamentos que eram constantes, se foram. Agora eu jogo mais tranquilo. :)

    Curtir

  3. Tinha que ser o primeiro a comentar dessa vez. Eric, você é um fanfarrão mesmo, hahahaha.

    Dizem que cineasta frustrado vai ser crítico de cinema, acho que músico frustrado vai jogar Rock Band porquê eu adoro esses jogos. Joguei muito Guitar Hero 1 e 2 no PS2 e o 3 no 360. Joguei também Rock Band na casa de amigos, porquê infelizmente comprar o kit completo (jogo e instrumentos) me trouxe de volta a época de videogame tão caro que você tinha que ir na casa do amiguinho pra jogar.

    Quando soube que o Eric ia fazer o review desse eu chequei e comprei na hora. Muito bom mesmo, apesar de parecer simples o lance de só ser dois botões (parece que você está batucando na mesa) a troca de instrumentos e a corrida por pontos deixa a coisa muito tensa.

    Falando em tensa, só 155 mil pra mim Eric? Isso é coisa do passado. Toma essa!

    https://picasaweb.google.com/lh/photo/UDbLtmKUwxdnpZPqByUNPC3s6ZnMI-4BV8svj7FlFZw?feat=directlink

    Curtir

    • Consegui perder o “first”, hahaha! Pô kleber, sacanagem!

      Curtir

    • Vício. XD

      Ah, recomendo as músicas de graça do Rock Band pra você baixar (se é que você já não baixou), principalmente a Still Alive. E se quiser gastar uns pontinhos, tem essas também (80 MSP cada):

      Curtir

      • Cara, graças a vc e seu high score invadindo minha tela eu comprei Positive Force do VVVVVV. Não sabia que tinha musicas de graça, baixando agora mesmo.

        Curtir

    • @kleber snake wings É verdade, Kleber. Você já no PS3, aqui no Cosmic, o Euler também no segundo (YLOD), eu no segundo 360 e por aí vai… rs, mas ok, a música do Queen já voltou a tocar por aqui, rs, abração!

      @Dancovich Hehe, e “for the record”, foi você quem definiu este episódio, avisando do demo e passando várias informações legais sobre o jogo pra “eu não ficar boiando”. Realmente é fascinante, vou comprar pra poder sentir com mais músicas, já que o acervo hoje é enorme. Só não chego no score do Émerson e do seu e…. Ei, 180 mil agora??? “Not again…” rs…

      Curtir

  4. nunca me dei bem com jogos musicais, gosto mais de observar.

    Curtir

    • Hoje será meu primeiro comentario no site depois de alguns meses só dando uma ”espiadinha” :b

      Tinha que comentar sobre esse jogo. Estraguei 2 controles dualshock 2 jogando esse bendito jogo. Quando em 2005,2006 a gurizada ia na locadora da cidade jogar os primeiros fps online no xbox 360, eu ia alugar a guitarrinha. Quando passei a musica Miserlou do guitar hero 2 no controle a sensação foi como se houvesse ganho o oscar. Esse jogo marcou época. Infelizmente a febre durou pouco. Hoje fica a lembrança daquele que mais me marcou da geração passada. Não sei até que ponto esses novos jogos são capazes de me entreter. De qualquer forma, obrigado harmonix. e obrigado eric fraga e todo teem por todos os vídeos.

      Fica a solidariedade pro xbox do eric. Maldita praga das 3 luzes vermelhas.

      Curtir

      • @leandroleonbelmont Esse é do meu time! :) Mas depois que experimentei, vi que estava perdendo tempo, o negócio é divertido demais realmente.

        @dc Opa, dc, legal saber que está aqui conosco! Caramba, pelo que entendi, ele foi o “seu Decathlon da nova geração”, estragando seus dualshocks! Valeu pelo simpático comentário e pela solidariedade, hehe! :)

        Curtir

  5. Eric, parabens pelo video, ficou muito bom! Eu sou fanatico por Rock Band, tenho até um site onde posto musicas minhas diárias. Eu gostei bastante do Rock Band Blitz e concordo, o mais legal é a competição que gera. Agora, se você não comprou o jogo completo, nunca conseguirá passar o Dancovich. A possibilidade de Power-Ups na demo é muito pequena, é preciso de mais para fazer boas pontuações de verdade. É isso, abraço, e boa sorte com suas luzes vermelhas, ja passei por isso, sei como é… :-/

    Curtir

  6. Eu adoro esses joguinhos musicais… tenho guitarra do Wii também, mas é até oficial. A esposa também gosta, então usei o Guitar Hero como argumento para ela não me xingar por gastar a grana no console ^_^

    Parece bem divertido! Até me empolguei em ver como funciona o Guitar Hero do DS… muito bem executada a ideia, ainda colocaram esse passeio pela rua enquanto a pessoa toca, muito bom.

    Impagável sua disputa com o Danilo, he he… pena que não tenho o X360, senão entrava nessa disputa com vocês!

    Nossa, dramático o vídeo do Xbox morrendo! Eu tô querendo comprar o Wii U no lançamento, mas tô me pelando de medo do treco ter um problema desses. Já pensou?

    Muito bom o episódio, bem light, rapidinho e divertido!

    Curtir

  7. Eric!
    Em breve será lançado um adaptador sem fio pra teclados profissionais e semi.
    Ouvi rumores do lançamento, ainda este ano, de “Keyboard Hero”!

    Agora sim!
    Valeu!

    Curtir

    • @Jack Valeu meu caro! Rapaz, vi que você é tipo fã número 1 mesmo pelo seu site, parabéns! Sobre os power-ups, a turma acabou avisando depois (você agora também), rs, o noob aqui só analisou o demo mesmo (nessa série não passo do demo/trial mesmo).

      Mas vou acabar destravando o jogo pois é muito divertido (e desafiador) e tem a questão de honra de acabar com a raça do Dancovich, digo, disputar com os amigos da Live lá (risos). Abração, e mais um com luzinhas vermelhas você, tá ruim de aparecer o contrário (alguém que o xbox não deu isso, rs).

      @Orakio “O Gagá” Rob Ah rapaz, eu lembro quando você comprou esse negócio e me contou que virou noite jogando, rs, legal você falar da rua movimentada, um detalhe bem legal do visual! Ei, ainda bem que vc não tem Xbox senão eu estaria em quarto e não em terceiro, rs

      Caraca, já pensou Wii U com sei lá, 3 moedinhas vermelhas do reino do cogumelo, rs

      @Andrey Santos Hahaha, aí sim, terei um lugar ao sol no high-score de um jogo desses! (risos)

      Curtir

  8. Muito divertido o vídeo, Eric. Gostei de ver a minha gamertag presente no ranking dos amigos. :D

    Pô, muito tenso o lance das 3RL, eu entraria em desespero =/ . Sorte que as Casas Baiano de Araque deram-lhe um Xboca Slim novinho pelo merchan que você fez, não? :P

    Pena que Rock Band Blitz não é um título só com músicas da banda Blitz… NOT!

    Ainda acho que você n00bou e escolheu apenas um tipo de power-up, dá pra escolher 3 tipos diferentes simultaneamente.

    Estava vendo os jogos da Harmonix anteriores ao Guitar Hero, o Frequency e o Amplitude. Percebe-se claramente a influência deles em vários jogos de ritmo posteriores como o indie Altitude e o Rock Band Blitz.

    Jump do Van Halen combina muito bem com o Xboks, mandou bem! :)

    Curtir

  9. Mini-review (complementando o vídeo):

    Adorei o Rock Band Blitz. É um jogo frenético, estratégico e competitivo; fácil de jogar e difícil de dominar. Gostei do número reduzido de botões, 5 no total: 2 para as notas (uso RB e LB), 2 para mudança de faixas e 1 para utilizar o power-up. Isso faz com que a jogabilidade seja bem intuitiva, não há necessidade de memorizar os botões das notas, batuque e seja feliz :). Os power-ups são divertidos (o do pinball é o meu preferido). Há várias possibilidades de combinações de power-ups que são cruciais para conseguir pontuações altas Porém, nem tudo são flores. Você precisa comprar os power-ups com a moeda do jogo cada vez que você for jogar uma música. Caso você der restart ou sair da música, perderá os power-ups e terá que comprá-los novamente -.-. Para ganhar mais moedas, há um app do Facebook no qual você faz tarefas sozinho ou coletivamente, baboseira social. Não gosto da trilha sonora, poucas músicas me interessam. Dá pra jogá-las no Rock Band 3, mas a razão principal da minha compra foi a possibilidade de jogar as músicas baixadas do Rock Band 3 (do 1 e 2 também) no Rock Band Blitz (infelizmente não dá pra jogar as músicas contidas no disco do Rock Band 3). Portanto, recomendo o Rock Band Blitz principalmente para quem já tem Rock Band 3 (com músicas baixadas de preferência) por causa da sacada genial de compatibilidade mútua.

    Algumas músicas mainstream que recomendo no Rock Band Blitz (foto do Rock Band 3):

    Curtir

  10. Cara, Casas Bahia só chegou na Bahia agora, essa foi até hilaria, alias e fundada pelo imigrante polonês chamado Samuel Klein, que de Bahiano acredito só tenha adimiração por essa gente criativa. Valeu Eric, ótimo review.

    Curtir

  11. Filmar uma 3RL foi tenso mesmo.É incrível o número de gamers que ouço por aí falando que já estão no segundo console,tanto no XBOX quanto no PS3.Espero que a próxima geração de consoles tenha uma engenharia melhor.Lembra das várias revisões que a “placa nua” do Atari recebia,no Cast com Arnaldo?Pois é,o cliente só pode confiar na marca se a mesma demonstrar respeito.

    Jogo de música?Obrigado,eu passo.He he he he.Taí um gênero que não curto mesmo,também respeito as franquias do deste setor,que vendem pra carvalho…mas pra mim Rock Band,Guitar Hero e jogos estilo The Sims são intragáveis,he he he.

    Grande Eric e suas inserções nostálgicas,putz Blitz foi demais mesmo!Curti também a referência ao Jump do Van Halen com o “Jump in” do Xis Caixa Trezentos e Sessenta,nosso querido “Tri Sixti”he he he.
    Mesmo não gostando do jogo em questão o episódio foi repleto de emoções.
    Abraço.

    Curtir

    • @Mikael Lincoln Casas Bahia… é de um polonês??? Eita, agora explodiu a cabeça mesmo, rsrs. Valeu Mikael, abração!

      @Dactar Que coisa hein Dactar, rapaz, foi certeira a lembrança das revisões da placa do Atari!!! Aquilo não se vê hoje em dia… não importa o motivo, que tem pesado mais no bolso do jogador, ah isso tem, rs E eu também “passo” viu, mas fiquei surpreendido com o “fator arcade” deste daí, sei lá, sem ter de usar instrumento de plástico atrai mais (The Sims já é demais, aí não dá mesmo, rsrs). Sim, quando vi aquele “Blitz” ali enquanto editava… “ah não, tem de rolar um videoclipe de “Você não Soube me Amar” aqui, rsrs….

      É como diz a Microsoft: “Jump In”! O mau é ter de dar outro pulinho na loja pra comprar o mesmo produto duas vezes, rs

      Curtir

  12. Esse jogo me lembrou o clássico “Audiosurf”, que têm a vantagem de se utilizar dos seus mp3 (seja no seu HD, no HD externo, ou até mesmo do seu pendrive:

    E na mesma linha acabou de sair no gog.com (e também no steam) “Symphony”, que aplica o mesmo conceito do Audiosurf, só que com o gameplay de um shooter:

    Ah, e não podemos esquecer o clássico “Frets of Fire”, para aqueles que querem ter a sensação de jogar Guitar Hero, mas não têm dinheiro para comprar uma guitarra de plástico. No caso, pode-se jogar com o teclado:

    Agora, sobre o vídeo: mais uma vez com o padrão de qualidade lá em cima. Foi interessante você retratar o seu desespero em relação a tão famigerada 3RL no XBOX. Aliás, são essas coisas que me fazem pensar várias vezes ao comprar um XBOX360 ou um PS3. Por enquanto só fiquei mesmo atualizado com os portáteis da Nintendo. Inclusive o meu DS resistiu por bravos 7 anos sendo levado para tudo quanto é lugar diariamente (até em show de rock pesado ele já foi) sem ter um probleminha nele. Agora vamos ver se o 3DS vai ter a mesma resistência! =D

    Curtir

  13. E pensar que antigamente os consoles dificilmente davam problema e hoje, teoricamente, temos uma tecnologia mais avançada e robusta, mas eu pergunto onde? Nunca deu tantos problemas em videogames como nessa geração…
    Meu Super Nintendo tinha caído várias vezes do rack e estava lá inteirão, o Atari meu pai vivia chutando pro outro lado da sala quando chegava do trabalho e nada, os VGs de hoje parecem que dão até medo de balança-los e não ligar mais…
    A primeira geração de Xbox 360 era um absurdo a proporção de aparelhos com 3RL, senão me engano era 1/3.
    Enfim sobre o vídeo, Mister Eric conseguiu a proeza de filmar o 3RL ao vivo, sensacional!! haha
    “Você não soube me amar” – poxa Eric, não deu carinho e atenção pro Xbozinho? Foi uma vingança pessoal dele? Estaria o Xbox com um baita ciúmes dos demais consoles por não estar dentro do SuperConsole e morreu de desgosto? Estaria o PS3 por tras de tudo isso? Seria um “crime perfeito” do PS3, sem provas? Humm, respostas que jamais teremos após esse trágico suicídio, alias, até nisso ele pensou, deixou pra se matar bem na hora que você estava filmando, que malandrão ele, tudo isso para você rever a cena inúmeras vezes e cair no choro…rs
    Sou do time do Eric, jogos musicais “nunca vi, nem comi eu só ouço falar”, ia ser uma batalha pau a pau entre nós…rs
    Bom vídeo Eric/CE Team, valeu!!

    Curtir

    • @Adney Luís (@adneybr) Grande Dr. MAME, nos trouxe vários exemplos legais de jogos musicais! Fiquei ligadão no “arkanoid musical” aí, putz, e… FRETS ON FIRE! Nem lembrava mais, era o que usava F1, F2, F3, F4 e F5 e na documentação ele sugeria que “usasse um teclado sem-fio na posição contrária”? Pois eu fiz isso, haha, foi um momento rápido de “guitar hero de pobre” anos atrás e nunca contei a ninguém, rsrs, agora que você falou veio à tona :)

      E cara, já tá no top 5 do twin galaxies no King of Dragons, parabéns rapaz!!! Você deve ser outro daqueles que deixa high score nos consoles dos amigos, hehe. Bom, depois vou ver se o twin galaxies já aceita pontuações de Atari 2600 pelo Game Room do Xbox Live ;-) Abração Adney!

      @Julio Soares “…o Atari meu pai chutava pro outro lado da sala…” eheheheh! E não é que você lembrou, Atari era tratado como “brinquedo de chão” mesmo, rs, caraca, como não tinha led ele nem sonhava em dar 3 luzes vermelhas, rs. Rapaz, essa estatística do 1/3 que falou deve ser verdadeira: afinal, todo mundo conhece alguém que teve um 360 morto prematuramente…

      “Estaria o PS3 por trás de tudo, um crime perfeito” hehehe! E ótimo, já achei um oponente a altura para um partidinha de jogo musical, pega o trial no seu PS3 e vamos nessa, quem sabe é igual ao Silvio Santos e dá prêmios por fazer menos pontos? Rsrs, Abração Julio!

      Curtir

  14. Quantas revelações neste episódio e nos comentários. Muito bem lembrado o Frets On Fire! Também achei bem interessante o shooter musical.

    Peço licença para postar 3 links que remetem a esse “breve passado” dos jogos musicais e suas bugigangas.

    1) A minha empolgação com Guitar Hero a vontade de pegar uma guitarra de plástico (que era bem cara na época):
    http://frankcastiglione.wordpress.com/2009/08/10/guitar-hero/

    2) O “sonho de plástico” realizado:
    http://frankcastiglione.wordpress.com/2009/09/05/guitar-hero-aerosmith/

    3) E o “Pai do Guitar Hero” (modo de dizer), um joguinho em flash bem legal, o link para baixá-lo está o post e ainda funciona:
    http://frankcastiglione.wordpress.com/2009/07/21/8-o-pai-do-guitar-hero/

    Um grande abraço e agora me deu vontade de jogar os games musicais novamente. Vou baixar o Rock Band Blitz para sentir como é a experiência, pois quero entender melhor essa mecânica nova usada!

    Curtir

  15. Grande Eric,

    Que momento tenso esse das luzes vermelhas, hein? Por sorte a MS oferece uma garantia generosa que espero que você tenha conseguido utilizar!

    Sempre me interessei pela franquia Rock Band/Guitar Hero (principalmente a versão dos Beatles e do Metallica), mas nunca comprei o jogo por dois motivos: 1) muito caro e 2) não tenho muito espaço pra guardar os instrumentos. Esse Rock Band Blitz tem uma pegada bem diferente, mas também parece muito promissor.

    Rapaz, eu achei muito boa a sua homenagem musical Van Halen pra Microsoft. A execução ficou muito boa e o timbre ficou animal. Por sinal, eles lançaram um disco novo neste ano e ainda nem ouvi.

    Curtir

    • @FrankCastle Caramba, lendo seu post sobre Guitar Hero… uau, o Wii tem uma “pistola” como aquela escopeta ali??? Não combina com a Nintendo mesmo, nunca imaginaria que tivesse algo assim para o Wii! E bela camisa preta do Doom ali no seu unboxing do Guitar Hero :)

      @Marcelo Martins Rapaz… tinha “acabado” a poucos meses a garantia de 3 anos da Microsoft; as aspas do “acabado” são porque foi um 360 de MercadoLivre mesmo… na época, o nacional ainda estava abusivo (ou acho até que não tinha lançado oficialmente por aqui). “Muito caro” — vou junto com você nessa, Marcelo. Até uma vez vi de perto um Rock Band completo e tal; fiquei abismado com a aparente fragilidade e baixa qualidade do produto, se estiver falando bobagem a turma que entende até gostaria que comentassem sobre.

      Legal que gostou da “Jump M$ Version” mister Marcelo, rs, rapaz, o timbre não é idêntico ao da original? Preset sob medida pro Van Halen, rs… álbum novo deles?? Opa, valeu a dica.

      Curtir

      • Pegando o embalo de jogos musicais, queria deixar uma dica aqui. Ontem baixei o demo de um jogo chamado theatrhythm finalfantasy. É um jogo musical para o 3DS, onde você precisa fazer movimentos com a stylus seguindo o ritmo da música. Para quem conhece, a jogabilidade é semelhante ao Elite Beat Agents. Achei bem interessante!

        Curtir

        • Opa, valeu Marcelo. Vendo vídeos no youtube aqui, tem até umas “sessões side-scroller” no joguinho, confere? Esse aqui com FF X, puxa, tem uma música com violão de aço que lembra o tema de Tristram de Diablo: http://bit.ly/OgEIWr Belíssimo… preciso mesmo começar a jogar os Final Fantasy, mister Marcelo.

          Curtir

          • Eu joguei somente o demo, mas acho que você não controla o personagem nas fases plataforma. O jogo é somente para você arrastar e tocar com a stylus no tempo da música. Falando assim parece algo chato, mas é bem divertido!

            Curtir

  16. Acho melhor colocar uma tela em sua varanda… vai que na próxima 3RL (bate na maderia!) o desespero ultrapasse o Level 99!

    Sobre o jogo: bela variação dos tradicionais! Como estava escrito ele adiciona um nível de estratégia interessante aos modos tradicionais!

    Valew Eric por compartilhar mais um ótimo jogo conosco!

    Ps.: o zoom, ao perder a última nota, ficou animal!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: